O Centro Cultural do Cartaxo celebra a aus reabertura com um talk-show, uma estreia nacional e uma visita virtual que vai permitir ao público conhecer o interior do edifício, após meses encerrada devido à pandemia Covid-19.

Durante o período de encerramento, uma empresa do concelho do Cartaxo construiu um novo modo do público poder ver o Centro Cultural. A Futour criou uma visita virtual que permite mostrar os espaços aos quais, habitualmente, apenas as equipas técnicas e os artistas acedem.

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, destaca que “a visita virtual que a Futour ofereceu ao Centro Cultural, de modo solidário, sem qualquer contrapartida, é um exemplo da ligação deste espaço à comunidade e constitui mais um motivo de orgulho nas empresas que, num tempo tão difícil e adverso, continuam a trabalhar e a contribuir para o desenvolvimento do concelho”.

Já Fernando Amorim, responsável pelo pelouro da Cultura na autarquia, afirmou “a gratidão que temos pela visita virtual criada pela Futour para o Centro Cultural do Cartaxo”.

PUBLICIDADE

Não só pelo modo como a visita virtual dá a conhecer os dois auditórios, mas também por mostrar a qualidade das instalações e do equipamento técnico de que o Centro Cultural dispõe, o autarca considera que “vai contribuir para reforçar a ligação do Centro Cultural ao seu público e vai ser uma ferramenta essencial para apresentar este espaço municipal junto de parceiros. Vai permitir promover o Centro Cultural como espaço com elevado potencial para receber diversos tipos de eventos, sejam culturais, artísticos ou institucionais”.

A Futour é especialista em virtual tours e conteúdo 360º e tem um portfólio de clientes diversificado – do sector imobiliário à restauração ou à produção vitivinícola – a empresa sediada no Cartaxo, oferece serviços especializados em fotografia, vídeo e conteúdo 360º.

O trabalho desenvolvido pela Futour permite a promoção de espaços junto de potenciais clientes, sem que estes tenham de visitar presencialmente instituições, restaurantes, habitações, espaços empresariais, unidades de produção ou, como no caso do Centro Cultural, equipamentos públicos.

A visita virtual permite manter o contacto com comunidades ou clientes ainda que os espaços físicos se encontrem encerrados, o que se revelou especialmente importante desde o início pandemia da doença Covid-19. Permite também planear e trabalhar com parceiros à distância, seja à distância de reuniões por videoconferência, seja à distância com clientes internacionais. Outra mais valia da visita virtual, é a possibilidade de apresentar áreas técnicas e dar a conhecer equipamentos, em total segurança.

Para fazer uma visita virtual ao Centro Cultural do Cartaxo, aceda aqui
https://centrocultural-visitavirtual.cm-cartaxo.pt/

PUBLICIDADE
Leia também...

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

“Inspiro-me muito nas minhas vivências e nas raízes em Alpiarça“

Joana Almeirante é natural do concelho de Santa Maria da Feira, mas…

Capela Dourada reabre ao público após obras de restauro e recuperação (c/vídeo)

A Capela Dourada, contígua à igreja de Jesus Cristo, reabriu ao público,…