Xadrez regressa em força a Santarém

José Francisco Veiga com um total de 7,5 pontos, Bruno Martins, ambos de Montemor-o-Novo, com 7,0 pontos e Gonçalo Silva do GD Ferroviários do Barreiro, igualmente com 7,0 pontos, foram os três primeiros classificados do 1º Open Internacional de Xadrez Manuel Martinho que se realizou no passado domingo em Santarém.

Os xadrezistas do distrito de Santarém melhor classificados foram Luís António, do Vitória Clube de Santarém, com 6,0 pontos na sexta posição, Paulo Costa do Cine Clube Torres Novas com 6,0 pontos no sétimo posto e no 17.º lugar do ranking, com 4,5 pontos, José Braz do GFEC ‘Caixeiros’, clube organizador do Torneio.

O torneio que decorreu na Sala de Leitura Bernardo Santareno, em Santarém, homenageou, a título póstumo, o “grande e saudoso” jogador Manuel Martinho Lopes.

PUBLICIDADE

A prova foi dirigida a todos os xadrezistas e jogadores filiados na FPX nas categorias de Sub 8, Sub 10, Sub 12, Sub 14, Seniores e Veteranos.

Os jogadores que se classificaram nos 10 primeiros lugares da classificação geral receberam um prémio monetário e uma lembrança, enquanto na classificação por escalões foram premiados os três primeiros lugares.

Manuel António Martinho Lopes, que faleceu no dia 18 de Janeiro de 2018, em Santarém, foi um jogador carismático do Distrito de Santarém, com um estilo muito próprio de jogar xadrez.

De 1976 a 1993, ano em que se retirou do xadrez federado, representou os Grupos de Xadrez de Santarém, Coruche, a UD Santarém e o Clube Riomaiorense.

À margem do Torneio e aproveitando a presença da vice-presidente da Câmara de Santarém, Inês Barroso, no encerramento, foi iniciada uma petição que tem em vista o pedido de atribuição do nome de uma rua a Manuel Martinho Lopes.

Ainda no âmbito deste torneio, o GFEC ‘Caixeiros’ ofereceu a todos os acompanhantes dos jogadores um passeio turístico pelo Centro Histórico de Santarém.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS