A NewStarDance, escola de dança desportiva, nasceu há 11 anos em Santarém por vontade de dois professores de dança, Nuno Alves e Salomé Ferreira, sendo hoje reconhecida pela Federação Portuguesa de Dança Desportiva e pela Associação de Dança Desportiva de Santarém. Regressados à competição após mais de um ano de interregno, a NewStarDance conseguiu aumentar a sua procura em todas as faixas etárias que oferece. Mais recentemente, o par Francisco Ramos e Leonor Gonçalves, que nasceu de uma parceria com RSBallroom Team, esteve em destaque na primeira participação no “WDSF World Championships Junior 2 Latin”, onde conquistou um honroso 16º lugar no campeonato do mundo de dança desportiva na categoria de juniores 2 latinas e que representa um recorde para Portugal. Nuno Alves e Salomé Ferreira destacam que a NewStarDance quer apostar cada vez mais na formação das camadas jovens e trazer a Santarém os melhores professores a nível internacional.

São uma escola de dança. Quais as vertentes de dança que os alunos podem aprender na vossa escola?
A NewstarDance tem nas suas modalidades de dança desportiva as seguintes turmas, MiniStar, RisingStar, Dança Social, Turmas de dança Seniores e turma de competição nas vertentes de dança Standard (Valsa Inglesa, Tango, Valsa Vienense, Slow Fox e Quickstep) e danças Latinas (Samba, Cha Cha Cha, Rumba Cubana Lenta, Pasodoble e Jive).

Considera que a dança desportiva continua a ser olhada como uma modalidade de elite?
Sim, é uma modalidade para ricos mas na verdade dançada por pobres. Uma modalidade que em alta competição se torna muito dispendiosa para quem a pratica. Aulas, vestidos de ambas as modalidades no caso das dançarinas e a roupa masculina como o fraque para danças standard. Mas também as roupas de treino, os sapatos, as viagens, tudo isto se torna dispendioso.

Quais são os principais benefícios da prática deste tipo de desporto?
Os benefícios são variados como, desenvolvimento motor, postura, mental, física, coordenação rítmica, movimento na musica, autoconfiança, auto-estima, socialização e etc.

Como tem sido a procura por parte dos alunos?
Temos tido uma procura bastante significativa depois do confinamento nas várias faixas etárias, sentimos que esta procura tem a ver com a necessidade de socialização e necessidade de praticar desporto, costumamos dizer, “Quem Dança é Mais Feliz”.

Recentemente um dos vossos pares conquistou um recorde nacional numa competição internacional. Como se conseguem estes resultados?
Com muita dedicação, muitas horas de treino, com professores nacionais e internacionais inseridos na selecção nacional da Federação Portuguesa de Dança Desportiva, que permitiu e proporcionou vários estágios intensivos. A NewStarDance tem vindo apostar na formação das camadas jovens, ao trazer a Santarém os melhores professores a nível internacional em ambas as disciplinas standard e latinas.

É um objectivo do clube contribuir para a formação de novos bailarinos, novos públicos e oferta cultural em Santarém?
É um dos nossos principais objectivos continuar com uma formação de qualidade e excelência para com os nossos dançarinos de competição, novas turmas de iniciação à pratica da dança para todas as idades e realizar a nossa Gala Anual.

Quais os projectos futuros que quer desenvolver?
Divulgar a nível local a NewStarDance, continuar a realizar parcerias como temos neste momento com a Universidade da Terceira Idade de Santarém (UTIS) para que a dança chega a todos.

Como viveram os tempos de paragem forçada devido à pandemia?
Foi um período complicado, onde tivemos que reinventar novas formas de ensino, aulas online para grupos e particulares, tanto para Portugal como para o estrangeiro. Neste momento tentamos motivar, cumprir com o plano de contingência e seguir todas as regras da DGS para que todos os dançarinos e professores da NewStarDance possam estar em segurança.

E como foi regressar aos palcos?
Foi um momento especial e emotivo, com muitas restrições pelo meio e sem público. Nas provas do campeonato nacional todos os dançarinos tiveram que fazer teste PCR e dançarem sem qualquer público nas bancadas, bem como os seus familiares a acompanhar. Foi um momento difícil, mas necessário para retomarmos a normalidade em segurança.

Quem quiser aprender a dançar na NewStarDance, onde se deve dirigir?
Estamos situados na ex. escola prática de cavalaria de Santarém, na sala do 1º andar em Santarém de segunda a domingo, nos diversos horários. Os interessados podem contactar através do email: newstardanceclube@hotmail.com.

Leia também...

Atleta do Santarém Basket Clube morre aos 13 anos de idade

Henrique Francisco, atleta do Santarém Basket Clube, faleceu no passado domingo, 11…

Atleta do Vale de Santarém assina contrato profissional com o SL Benfica

Henrique Sá iniciou o seu percurso desportivo no SL Cartaxo.

Par de Santarém conquista recorde para Portugal no Campeonato do Mundo das 10Danças

O par Francisco Ramos & Leonor Gonçalves conquistou o 13º lugar na…

Benfica do Ribatejo incrédulo com decisão da Associação de Futebol de Santarém

O Grupo Desportivo de Benfica do Ribatejo está incrédulo com a resposta…