Abrantes aprova contas de 2019 com redução da dívida para 5,3 milhões de euros

O município de Abrantes encerrou o ano de 2019 com uma dívida de 5,3 milhões de euros, menos 1,7 milhões que em 2018 (uma redução de 24%), e um resultado líquido positivo de um milhão de euros.

Em comunicado divulgado, o município afirma que o relatório de gestão e prestação de contas relativo ao ano económico de 2019 foi aprovado pelo executivo e pela Assembleia Municipal.

“Para além da diminuição da dívida pública em cerca de 1,7 milhões de euros, o município de Abrantes viu também a dívida a fornecedores cair 31%, posicionando-se como o segundo município da região do Médio Tejo com melhor prazo médio de pagamentos, que se situa nos cinco dias, salientando-se ainda o facto de não existirem pagamentos em atraso”, lê-se na nota da câmara.

PUBLICIDADE

O executivo liderado por Manuel Valamatos (PS) destaca o aumento do investimento e das transferências para as 13 juntas de freguesia do concelho, num total, ao longo de 2019, de 2 milhões de euros, um aumento de 10% face a 2018.

O município de Abrantes arrecadou 26,2 milhões de euros, mais 2% do que em 2018, com a receita corrente a crescer 4% comparativamente ao período homólogo.

“Os valores apresentados resultam numa taxa de execução da receita efectiva total a situar-se em 2019 nos 101%, muito acima do limite mínimo legal exigido para as autarquias (85%)”, acrescenta.

A Assembleia Municipal de Abrantes aprovou ainda, por unanimidade, os documentos dos Serviços Municipalizados, que apresentaram um resultado líquido do exercício positivo no valor de 7.672 euros, “invertendo o ciclo de resultados negativos verificado nos últimos dois anos, causados pelo enorme aumento da tarifa de tratamento dos resíduos sólidos urbanos paga à entidade responsável pelo seu tratamento”. 

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS