A Câmara Municipal de Almeirim e a associação ProAbraçar juntaram-se “para encontrar soluções de acolhimento aos refugiados ucranianos que vão chegar a Portugal, mas também para trabalhar em medidas de apoio”.

Em comunicado, o município refere que, depois de ouvir a comunidade ucraniana residente no concelho, juntamente com a associação Proabraçar, que gere o CLAIM (Centro Local de Apoio e Inclusão de Migrantes) em Almeirim, está a procurar ofertas de alojamento e de trabalho para cidadãos daquele país forçados a fugir devido à invasão pela Rússia.

Além do apelo a particulares e empresas para identificarem, através do e-mail claim.almeirim@proabracar.pt, oportunidades de trabalho e disponibilizarem alojamento e bens essenciais, a Proabraçar “compromete-se a acompanhar estas famílias com apoio documental, social, cuidados de saúde, mas também integração e aprendizagem da língua portuguesa”, é acrescentado na nota.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…