Aulas arrancam em Constância com inauguração do Centro Escolar de Montalvo

A inauguração do Centro Escolar de Montalvo, um investimento de 1,8 milhões de euros (ME), marcou o início do ano lectivo no concelho de Constância, equipamento que conclui a rede de centros escolares do município.

“É um equipamento que implicou um investimento de 1,8 ME e que completa a rede de novos centros escolares do concelho, sendo que, a partir de hoje, o município de Constância fica dotado de três excelentes equipamentos, modernos e funcionais, na área da educação”, disse hoje à agência Lusa o presidente da autarquia, Sérgio Oliveira (PS).

Salas para o ensino pré-escolar e para o primeiro ciclo do ensino básico, biblioteca, refeitório, instalações sanitárias, sala polivalente, zonas de recreio, recinto desportivo, zonas verdes, pátios, salas de actividades e arrumos, entre outros, são os diversos espaços que integram o Centro Escolar de Montalvo, equipamento hoje inaugurado em clima de festa e na presença dos alunos do 1.° ciclo do concelho, incluindo os dos centros escolares de Santa Margarida da Coutada e de Constância.

Equipado para receber num espaço único os alunos do pré-escolar e do primeiro ciclo, o Centro Escolar de Montalvo, que inicia o ano lectivo com cerca de 80 estudantes inscritos, “cumpre as directrizes da Carta Educativa, respondendo às necessidades destes dois níveis de ensino”, disse ainda Sérgio Oliveira, dando conta de “condições excelentes para os alunos, professores e auxiliares desenvolverem as suas actividades”.

O autarca disse ainda que o Centro Escolar agora inaugurado “é um novo polo aglutinador de várias actividades ligadas à educação”, tendo feito notar que o mesmo “vai estar aberto à comunidade local ao nível da sala polivalente, refeitório, biblioteca e pátio principal”, espaços que podem ser utilizados noutras ocasiões, além do regular funcionamento do estabelecimento de ensino.

A construção do Centro Escolar de Montalvo representa um investimento de 1,8 ME, tendo contado com um apoio financeiro de 1,1 ME através do Portugal 2020, sendo que a parte não financiada do projecto foi assegurada pelo orçamento da Câmara Municipal.

As obras foram iniciadas no anterior mandato, mas devido à insolvência do empreiteiro, a empresa Alpeso, pararam em Maio de 2015 e só foram retomadas no início de 2017.

Com a conclusão desta obra, o concelho de Constância fica apetrechado com três Centros Escolares, um por cada freguesia [Constância, Santa Margarida da Coutada e Montalvo], representando um investimento global na ordem dos cinco milhões de euros.

Questionado pela Lusa, o autarca deu ainda conta que o Centro Escolar de Santa Margarida, equipamento que esteve fechado durante o último período lectivo de 2017/2018 devido a um problema de maus cheiros, “já reabriu”, depois de várias diligências para se determinar a origem do problema e de algumas obras a nível do saneamento e ventilação.

“Não se sente qualquer tipo de maus cheiros no centro escolar mas, seja como for, a Câmara vai continuar a trabalhar no sentido de monitorizar a qualidade do ar e a insistir junto da Agência Portuguesa do Ambiente para se deslocar ao local, uma vez que a origem dos maus cheiros é exterior às instalações escolares”, afirmou.

Na ocasião, o presidente da Câmara Municipal de Constância anunciou ainda que a antiga escola primária José Godinho, em Montalvo, “vai ser requalificada e convertida em extensão de saúde”, uma necessidade há muito sinalizada naquela freguesia onde habitam cerca de 1.200 pessoas.

info, , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS