Balanço do Dispositivo de Combate a Incêndios Rurais 2018 em Santarém

Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém e José Guilherme São Marcos, Comandante dos Bombeiros Municipais de Santarém, reuniram ontem, dia 14 de Junho, com as quatro corporações de bombeiros do Concelho:  Bombeiros Municipais de Santarém, Bombeiros Voluntários de Santarém, Bombeiros Voluntários de Alcanede e Bombeiros Voluntários de Pernes, com o objectivo de fazer o ponto de situação  dos níveis de actuação III e IV, de modo a reforçar o DECIR2018 – Dispositivo Combate a Incêndios Rurais 2018, entre 1 de Junho e 30 Junho e reforçar o nível IV, entre 1 de Julho e 30 de Setembro, segundo a Directiva Operacional Nacional – DON. A partir de 1 de Julho até 30 de Setembro, surge o denominado período crítico – nível IV.

O concelho de Santarém conta este ano com a mudança das forças helitransportadas para os GIPS – Grupo de Intervenção Protecção Socorro da GNR, Companhia 59, sediada no Centro de Meios Aéreos de Pernes, que recebeu a visita de Ricardo Gonçalves, que deu as boas vindas aos militares que integram esta força no Município.

O dispositivo para combate a incêndios florestais no distrito de Santarém conta este ano com 715 operacionais, 425 dos quais bombeiros, 167 veículos e três helicópteros de ataque inicial, semelhante aos meios disponíveis em 2017.

PUBLICIDADE

No âmbito do DECIR, o concelho de Santarém conta com um helicóptero de ataque inicial, posicionado em Pernes. O ataque aéreo helitransportado é este ano da responsabilidade do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da Guarda Nacional Republicana – GNR.

PUBLICIDADE
info, ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS