Pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar e ceia!

Pelo meio, uns petiscos ou uns docinhos…

Cheira bem e sabe bem. Toca a comer!

PUBLICIDADE

A gente abre a televisão e vê comida!

A gente muda de canal e vê comida!!

Tornamos a mudar de canal e vemos mais comida!!!

Receitas para todos os gostos.

Programas baratos para as administrações das televisões, e que enchem… os olhos! Só não enchem a barriga porque as televisões ainda não se comem.

Estamos perante um serviço público gastronómico, baseado num esquema de tasquinhas televisivas, que servem refeições a 10 milhões de portugueses. É como uma IPSS gigante, com serviço ao domicílio.

A comida portuguesa é elogiada por turistas de todo o mundo. Portugal promove-se como “Confraria da Barriga Cheia”.

Haja fartura, que o apetite não falta!

Coma até fartar e com sal.

Um enfarte qualquer um tem.

Olhe que se não comer faz mal,

Porque vai morrer também!”

Toda a gente tem o hábito de comer e ái de quem desistir! Isso das obesidades, das diabetes, das hipertensões, e das doenças cardíacas, são invenções das agências funerárias. Não ligue! E os médicos que não venham para a televisão meter-nos medo. Temos um excelente Serviço Nacional de Saúde para nos proteger.

Toca a comer!

In: ‘Correio do Ribatejo’ de 31 de Agosto de 2018

PUBLICIDADE
Leia também...

40 graus à sombra

Está um calor do caraças! “Do caraças” é uma expressão idiomática que…

25 ‘Chonices’ – In Memoriam

Em homenagem a Carlos Oliveira, colaborador deste Jornal de há longa data,…

A extinção das espécies

As moscas seduzem os moscos e zum, zum, zum… zum, zum, zum!…

Atestado médico

Vou renovar a carta. Fui ao médico para me passar um atestado…