Vou fazer tatuagens por todo o corpo. Vou ficar lindo!

Faço daquelas esquisitas que ninguém sabe o que é, nem têm que saber porque são coisas íntimas.

Mas estou a pensar tatuar uma cobra no pescoço, assim como se fosse um colar. Acho que me vai ficar bem! Ninguém anda com cobras enroladas ao pescoço. Normalmente usam gravata ou cachecol.

Nos braços vou ficar com as datas do meu casamento e do meu falecimento, para não me esquecer. Também acho uma boa ideia!

PUBLICIDADE

Ninguém tem tatuagens com a data em que morre. Faço questão de ser original.

No peito ponho “LOVE”. Quando transpirar mudo para “LAVE”. Vai ficar junto ao coração porque o coração está dentro do peito. Mas há pessoas que não têm coração e tatuam caveiras. Eu não gosto de caveiras. Têm ossos a mais e carne a menos. Nunca fui grande apreciador de entrecosto.

Nas costas ficarei com palavras românticas: “Dá-me massagens!” ou “Vira-te de costas!”. Pode ser que tenha sorte quando for à praia…

Para a barriga ainda não pensei em nada. Tenho de ir ao Google ver se há alguma coisa que me agrade. Mas abaixo da barriga ficarão escritos dois avisos: “agitar antes de usar” e “verifique o prazo de validade”.

Para as pernas só desenhos de flores bem coloridas, para disfarçar as varizes. Nos pés não ponho nada. Só os sapatos!

Quanto aos “piercings” vou meter nas orelhas, nas sobrancelhas, no nariz, na língua e nos lábios, nos mamilos, e, se não doer muito a colocar, vou meter um na ponta do umbigo. Gosto de ver o buraquinho com um anel pendurado. É moda e fica muito giro!

Depois tiro uma selfie para ver o que é a parvoíce dos pés à cabeça!

In: ‘Correio do Ribatejo’ de 1 de Março de 2019

PUBLICIDADE
Leia também...

40 graus à sombra

Está um calor do caraças! “Do caraças” é uma expressão idiomática que…

25 ‘Chonices’ – In Memoriam

Em homenagem a Carlos Oliveira, colaborador deste Jornal de há longa data,…

Se calhar vou preso

Por esta é que eu não esperava! O escritor industrial José Rodrigues…

A extinção das espécies

As moscas seduzem os moscos e zum, zum, zum… zum, zum, zum!…