Bloco de Esquerda manifesta-se contra a Moção da Câmara de Santarém a favor das touradas

O Bloco de Esquerda de Santarém considerou que a Moção aprovada pela Câmara Municipal de Santarém pela reabertura da actividade tauromáquica é uma “uma injustiça para os artistas, nomeadamente os artistas locais, e comparando estas a actividades culturais e espectáculos de outras artes”.

Em comunicado, o BE de Santarém considera que “é inaceitável que em pleno século XXI se continue a infligir sofrimento animal, tendo em conta que os touros sendo animais mamíferos, são seres dotados senciências, pelo que sentem o sofrimento que lhes é infligido”.

O partido diz que a Câmara Municipal de Santarém tem “responsabilidade de incentivar práticas e actividades que sensibilizem para o bem estar animal e que permitam evoluir o nosso tipo de relação com os outros seres vivos”, acrescentando que o município se deveria preocupar “com os artistas locais que se vêm continuadamente impedidos de realizar a sua actividade no concelho onde nasceram/estudaram/vivem”.

PUBLICIDADE

Recorde-se que o Executivo Municipal de Santarém aprovou, por unanimidade, no passado dia 6 de Julho,  uma moção de reabertura da actividade taurina onde apela que “seja considerada a equidade na adopção de medidas para a área da cultura como um todo, sem discriminação de qualquer expressão cultural”.

Segundo o Município de Santarém, a moção agora aprovada refere que que “se na legislação portuguesa os espectáculos tauromáquicos são espectáculos de natureza artística, se a tauromaquia é tutelada pelo Ministério da Cultura, então não é de justiça que não esteja sujeita a medidas de prevenção semelhantes às de espectáculos de outras artes”.

O mesmo documento acrescente que “é necessário atribuir aos espectáculos tauromáquicos, a mesma importância e relevância de outras actividades culturais, que já retomaram os seus eventos. A proposta de ocupação de ⅓ da lotação das praças não é justa, desde logo porque não é igual à de outras actividades culturais, com a agravante que algumas dessas se realizam em recintos fechados, ao contrário do que acontece nas praças de toiros.”

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS