O Executivo Municipal de Azambuja aprovou, na sua reunião ordinária de 15 de janeiro, a ratificação do acordo de gestão celebrado entre a autarquia e a Infraestruturas de Portugal no sentido de assegurar uma melhor iluminação na rotunda que liga a vila de Aveiras de Cima à EN366 e ao nó de acesso à autoestrada A1.

Este acordo surge depois de um longo processo negocial com vista à melhoria das condições de segurança de circulação de veículos e de pessoas naquele importante ponto rodoviário do concelho de Azambuja. A conservação, manutenção e consumos de energia dos equipamentos de iluminação ali instalados são, assim, transferidos para a responsabilidade do município. A par do acordo com a Infraestruturas de Portugal, válido por dez anos, foi também autorizada a celebração do auto de gestão e de receção provisória a estabelecer com a EDP-Distribuição, S.A., empresa que ficará encarregue da gestão dos referidos equipamentos agora integrados nas redes de iluminação pública. A EDP já tem instruções da Câmara Municipal para, tão brevemente quanto possível, reforçar a intensidade de luz das luminárias em questão.

Foi, igualmente, ratificado o acordo de gestão entre o Município de Azambuja e a Infraestruturas de Portugal, com vista à execução da empreitada “EN3 – reformulação geométrica das intersecções aos kms 5,800 e 6,450”. O acordo foi recentemente assinado pelos presidentes da autarquia e da I.P. – Luís de Sousa e António Laranjo, respetivamente – na presença do Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins. A obra consistirá na construção de duas rotundas, nos pontos indicados, e na requalificação do troço que as irá ligar, incluindo a reabilitação de paragens de autocarros e restabelecimento de percursos pedonais.

PUBLICIDADE

O custo estimado para esta intervenção é de 850.000,00 €, que só se tornou possível com a colaboração do Município de Azambuja, com um investimento de 250.000,00 €, referente a 50% do valor das duas rotundas. A área que será alvo de intervenção serve a Zona Industrial Vila Nova da Rainha/Azambuja e, como é do conhecimento público, apresenta um elevado volume de trânsito automóvel, nomeadamente de pesados. Pretende-se, com esta obra, o reordenamento do trânsito e, sobretudo, uma redução significativa da elevada sinistralidade registada naquela via.

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Surto no CRIAL atinge todos os utentes residentes e já provocou um óbito

O Centro de Recuperação Infantil de Almeirim (CRIAL) tem um surto activo…

Loja da Cavalinho assaltada no Centro Histórico de Santarém

A loja do Cavalinho foi alvo de um assalto na madrugada desta…