Câmara de Coruche reduz horários e suspende actividades

A Câmara de Coruche anunciou hoje a redução do horário de atendimento e a suspensão de diversas actividades, no âmbito do Plano de Contingência da doença Covid-19.

O presidente da Câmara de Coruche (distrito de Santarém), Francisco Oliveira, disse, em conferência de imprensa, que o município vai reduzir o horário de atendimento de serviços como Balcão Único, tesouraria, posto de turismo e serviço de acção social, entre outros, passando o atendimento técnico a ser feito exclusivamente por via digital.

Nas medidas que vigoram até 03 de Abril, todas as actividades envolvendo público ou grupos de cidadãos, como as dirigidas à terceira idade e às crianças, foram suspensas, sendo que espaços como as piscinas municipais, pavilhão desportivo municipal, estádio municipal e pavilhão multiusos são encerrados ao público, “restringindo-se a sua utilização aos clubes com escalões com actividade competitiva, não sendo permitida a presença de público nas mesmas”.

A Biblioteca Municipal e a sala de leitura Américo Durão, no Couço, são encerradas e é suspenso o serviço de Bibliomóvel, acrescentou, ficando restringidas a grupos até 10 pessoas as visitas a espaços culturais e turísticos.

O Mercado Mensal previsto para o próximo dia 28 não se realizará e ficam suspensas todas as cedências de viaturas do município, incluindo autocarros. 

As medidas não abrangem o Mercado Municipal, os refeitórios municipais (apenas para os trabalhadores do município), o Parque de Mercados e Feiras – área de serviço de autocaravanismo e a recolha de monos, acrescentou.

O concelho de Coruche, com cerca de 20 mil habitantes, regista três casos confirmados de pessoas infectadas com o Covid-19, dois trabalhadores de uma fábrica de arroz e uma aluna da Escola Básica 2,3 (filha de uma das trabalhadoras infectadas).

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou hoje a doença Covid-19 como pandemia.

A pandemia foi detectada em Dezembro, na China, e já provocou mais de 4.500 mortos em todo o mundo.

Segundo a Direcção-Geral da Saúde de Portugal, o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus que causa a doença Covid-19 subiu para 59, mais 18 do que os contabilizados na terça-feira.

A região Norte continua a registar o maior número de casos confirmados (36), seguida da Grande Lisboa (17) e das regiões Centro e do Algarve (três cada).

A pandemia de Covid-19 foi detectada em Dezembro, na China, e já provocou mais de 4.500 mortos em todo o mundo.

O número de infectados ultrapassou as 124 mil pessoas, com casos registados em 120 países e territórios.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS