Câmara de Rio Maior cede duas viaturas ao centro de saúde

A Câmara de Rio Maior vai ceder duas novas viaturas ao centro de saúde do concelho, substituindo as unidades móveis de saúde que estavam ao serviço desde 2009, disse esta terça-feira, 12 de Março, a presidente do município.

Isaura Morais afirmou que as duas novas viaturas, um investimento do município da ordem dos 36.000 euros, vem aliviar o “encargo muito elevado” que representavam as unidades móveis, viaturas que exigiam condutor com carta de pesados e que, dado o número de quilómetros acumulados, necessitavam de manutenção praticamente todos os meses.

A cedência das viaturas vai ser formalizada na quarta-feira num protocolo que será assinado com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, assegurando esta as equipas e os materiais médicos necessários à prestação de cuidados na comunidade.

O município de Rio Maior, além da aquisição das viaturas, assume os custos com o seguro.

Uma das viaturas garantirá a cobertura de cuidados nas freguesias do norte do concelho e outra nas do sul.

Os veículos antigos irão ser entregues a instituições do concelho, um deles para transformação de forma a poder funcionar como posto de comando dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior, disse a autarca.

Durante o ano de 2018, as unidades móveis de saúde permitiram a realização de 6.493 visitas, 6.238 das quais com intervenção de enfermeiros, 121 com assistente social, 89 com terapeuta ocupacional, 35 com psicólogo e 10 com médico de família, de acordo com os dados da Unidade de Cuidados na Comunidade.

A autarca destacou o “grande conforto” que representa para o utente poder ser assistido em casa, a poupança de evitar deslocações e o contributo deste serviço para reduzir a pressão sobre o centro de saúde.

As novas viaturas, ligeiras, servirão para transportar as equipas, materiais de diagnóstico e consumíveis, permitindo a prestação de cuidados, sobretudo de enfermagem.

Verificou-se que os equipamentos instalados nas unidades móveis, como o desfibrilhador, “nunca foram utilizados”.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS