Câmara de Salvaterra de Magos reforça apoio a associações em 180 mil euros

A Câmara de Salvaterra de Magos vai apoiar associações do concelho com uma verba de 180 mil euros, na sua maioria destinada a medidas que resultam da pandemia da covid-19.

Em comunicado, a autarquia afirma que, nas duas últimas reuniões do executivo municipal, foram aprovados quatro protocolos e uma proposta, que incluem um reforço em 15% do apoio anual à corporação de bombeiros voluntários do concelho, no valor de 30.000 euros, a que acrescem mais 2.000 euros para aquisição de equipamento de protecção individual para o combate a fogos rurais.

O município refere que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos sofreu uma quebra de receitas, em particular devido à “significativa redução dos serviços de transportes de doentes não urgentes”.

PUBLICIDADE

Por outro lado, “para fazer face ao súbito confinamento da população em razão dos estados de emergência e de calamidade”, este ainda em vigor, o município, seguindo uma decisão adoptada pela Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, a que pertence, vai contribuir para a compensação às empresas operadoras do serviço de transportes de passageiros, “por terem assegurado os transportes públicos essenciais e mais recentemente os (poucos) transportes escolares”.

O comunicado sublinha que “os gastos operacionais ultrapassaram largamente as receitas que provêm da venda” de títulos de transporte, cabendo ao município de Salvaterra de Magos mobilizar até cerca de 70.000 euros da rubrica do programa de apoio à redução tarifária (PART), “o que, além de garantir o financiamento da rede de transporte público de passageiros, ajudará a preservar postos de trabalho”.

Os outros protocolos foram celebrados com três associações culturais e desportivas, nas áreas da dança, do andebol e do futebol de formação, “ajudando-as a passar esta fase difícil e a prepararem com mais confiança a próxima época desportiva, incluindo-se também um pequeno apoio para a aquisição de uma viatura por parte do Grupo Desportivo de Marinhais”, lê-se na nota.

O executivo havia já atribuído um apoio suplementar de 4.000 euros à Associação Humanitária do Granho, “para fazer face a parte da perda da receita”, e outro de 21.000 euros ao Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Salvaterra de Magos, para aquisição de uma viatura e de equipamentos didácticos, bem como para reforço do apoio às obras que a instituição quer realizar e que foram objecto de uma candidatura a fundos comunitários.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS