A Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) e a Santa Casa da Misericórdia de Pernes (SCMP) vão receber do Município de Santarém um apoio financeiro no valor de 2.750 euros, para poderem continuar a ajudar os munícipes em situação de maior vulnerabilidade socioeconómica.

O apoio foi aprovado na reunião de Câmara de segunda-feira, dia 25, sendo que, com esta verba a Delegação local da CVP vai poder prestar apoio a 40 famílias sinalizadas, com dois mil euros a serem repartidos por 50 euros a cada família.

A SCMP recebe 750 euros, para prestar o mesmo apoio a 15 famílias, onde cada uma recebe também 50 euros.

PUBLICIDADE

Segundo a autarquia, foram referenciadas 40 famílias pela CVP e 15 famílias pela SCMP “com carência alimentar, nomeadamente bens perecíveis não disponibilizados habitualmente pelas entidades” e com carência de produtos de higiene pessoal e relacionados “com o cuidar dos bebés”.

“Face à actual situação de pandemia do novo coronavírus e ao impacto daí decorrente junto dos munícipes em situação de maior vulnerabilidade, torna-se imperiosa e urgente a implementação de medidas excepcionais que apoiem, nas mais diversas formas, a população em situação de fragilidade e debilidade sócio-económica”, refere a nota justificativa da autarquia para atribuição deste apoio.

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Condutor não respeita ordem de paragem e foge durante 25 km à GNR

Um homem de 31 anos foi detido e aguarda julgamento em prisão…

GNR detém dono de café por violação do confinamento

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve, no sábado, o dono de um…