Caminhos da Pedra mobilizou cerca de 4500 espectadores em 52 actuações de 21 artistas

Foto: Joana Linda

Cerca de 2500 espectadores assistiram ao segundo fim-de-semana (18 a 21 de Outubro) do Caminhos da Pedra que apresentou 18 actuações de 11 artistas ou projectos artísticos, entre música, teatro, circo contemporâneo e percursos.

O Caminhos da Pedra de 2018 realizou-se no Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha, 7 dos 13 municípios da Comunidade Intermunicipal promotora do Caminhos do Médio Tejo. Este terceiro ciclo de 2018 totalizou perto de 4500 visitantes que assistiram a 52 actuações de 21 artistas durante os dois fins-de-semana de programação.

Luís Ferreira, do Comissariado do Caminhos do Médio Tejo refere: “Neste ciclo gostaríamos de reforçar o sucesso dos percursos artísticos. Já são uma marca do Caminhos e fazem parte do imaginário de todos. São projectos de criação e de encontro das pessoas com a paisagem”. Nestes percursos, em cada ciclo, os artistas convidados para cada ciclo realizam uma residência na cidade em questão, onde criam um percurso baseado no seu olhar particular que depois é realizado pelo público, sob a orientação do autor, durante os dias de programação.

O comissário acrescenta ainda o destaque “às largas dezenas de elementos da comunidade que participaram no “Marcha das Almas”. Resultou muito bem pela união dos dois municípios – Ourém e Vila Nova da Barquinha – que congregaram esforços para levar à rua este espectáculo. Um projecto que desafia e transforma. Não poderíamos encontrar outros verbos mais indicados para o Caminhos do Médio Tejo.” O projecto foi liderado pelo compositor Rui Souza e envolveu quase uma centena de participantes de várias faixas etárias, dos dois municípios, num coro que circulou em marcha, entoando um repertório diverso pelas ruas de Fátima (concelho de Ourém) e de Vila Nova da Barquinha, em duas actuações emocionantes e que não deixaram ninguém indiferente.

O Caminhos da Pedra foi o último momento do Caminhos do Médio Tejo 2018 – depois do Caminhos do Ferro e do Caminhos da Água – e terminou com o “fantástico concerto de Cristina Branco”, conclui.

Foto: Joana Linda

info, , , , , , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS