O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou, em cerimónia restrita no antigo Picadeiro Real do Palácio de Belém, no passado dia 19 de Agosto, os militares e ex-militares com participação directa no 25 de Abril de 1974, com a Ordem da Liberdade, Grau de Grande-Oficial.

Um dos condecorados foi o Coronel Joaquim Correia Bernardo, o homem que planeou ao detalhe a participação da Escola Prática de Cavalaria (EPC) de Santarém na revolução de 25 de Abril de 1974.

A publicação do decreto-lei n.°355/73, de 13 de Julho, vem encontrá-lo na chefia do Gabinete de Estudos da EPC e é no exercício dessas funções que acompanha o desenrolar dos acontecimentos que culminam no “25 de Abril de 1974”, organizando e coordenando toda a acção da EPC, no seio do Movimento dos Capitães.

Para além do Coronel Correia Bernardo, alvo da mesma condecoração foi o Coronel Andrade da Silva, presidente da Associação Salgueiro Maia, que inaugurou recentemente a sua sede na ex-EPC.

PUBLICIDADE

A condecoração aos militares directamente envolvidos no 25 de Abril de 1974, a decorrer desde do passado mês de Fevereiro, pretende homenagear os que concretizaram o plano e a concretização da Revolução dos Cravos. É intenção do Presidente da República homenagear todos os envolvidos até às comemorações dos 50 anos da efeméride.

PUBLICIDADE
Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…