Centro Escolar de Santa Maria em Torres Novas com instalação provisória em curso

No âmbito da empreitada de remodelação e ampliação do Centro Escolar de Santa Maria – fase 1, estão em curso os trabalhos para execução das instalações provisórias, que passa pela instalação de oito salas de aulas, um refeitório e instalações sanitárias em módulos pré-fabricados, para as quais serão transferidos os alunos ao longo do decurso da obra, prevendo-se que essa transferência ocorra no início do próximo ano lectivo.

Decorrem, assim, duas empreitadas em simultâneo. Uma respeitante aos trabalhos complementares que consistem na implementação das infra-estruturas necessárias para o normal funcionamento das instalações provisórias, nomeadamente a execução das redes de abastecimento de águas, redes de drenagem de águas domésticas/pluviais e redes eléctricas e, ainda, a execução de zonas de circulação cobertas com a construção de telheiros, de forma a garantir as condições de segurança e de comodidade no espaço exterior e cujo contrato foi celebrado com a empresa Desarfate, pelo valor de 43.952,60 euros acrescidos de IVA. Outra referente à prestação de serviços para “Fornecimento e aluguer de módulos pré-fabricados para a instalação de oito salas de aula, um refeitório e instalações sanitárias no Centro Escolar de Santa Maria em Torres Novas”, prevista para um período de cerca de 13 meses e adjudicada à  firma Algeco, pelo montante de 71.663,68 euros acrescidos de IVA.

Deste modo, o investimento global afecto às instalações provisórias do Centro Escolar de Santa Maria supera os 115 mil euros.

PUBLICIDADE

A obra de remodelação e ampliação do Centro Escolar de Santa Maria (1.ª fase) foi entretanto adjudicada à empresa Comporto – Sociedade de Construções, S.A, pelo valor de 2.199.307,06 euros acrescidos de IVA e com um prazo de execução de 360 dias.

A construção do centro escolar será faseada, sendo o objecto da 1.ª fase a remodelação e ampliação da escola básica e portaria. Na 2.ª fase será efectuada a remodelação e ampliação do jardim de infância, ginásio e arranjos exteriores. Pretende-se com esta obra a maximização das condições de conforto, bem-estar, higiene e segurança, a promoção da integralidade do percurso escolar e do espírito de comunidade, a adopção de princípios de rigor na gestão de recursos, a sua modernização e adequação às novas necessidades, total adaptação a pessoas com problemas de mobilidade, sustentabilidade ambiental e eficiência energética.

O estabelecimento de ensino terá uma capacidade máxima de 489 alunos, composto por cinco salas de actividade pré-escolar através da construção de duas novas salas e da reabilitação das salas existentes, e de 14 salas de aula EB1 através da construção de seis novas salas e da reabilitação das oito salas existentes, acrescidas de diversos espaços comuns e complementares que adaptem o novo centro escolar aos conceitos estratégicos anteriormente referidos.

De recordar que, no âmbito de melhoramento do parque escolar nacional, o Município já promoveu diversos empreendimentos deste tipo, nomeadamente, os Centros Escolares de Assentis-Chancelaria, Pedrógão, Riachos, Meia Via, Olaia e Visconde S. Gião – Torres Novas. Em parceria com o Ministério da Educação foram, também, promovidas obras de remodelação e requalificação da Escola Básica EB 2,3 Dr. º António Chora Barroso e da Escola Básica EB 2,3 Manuel Figueiredo.

PUBLICIDADE
info, , , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS