A comunidade surda em Portugal peregrina, no domingo, pela sétima vez ao Santuário de Fátima, anunciou este templo mariano.

“Esta é uma peregrinação nacional promovida pelo Santuário de Fátima em conjunto com o grupo de intérpretes de Língua Gestual Portuguesa do santuário”, refere a instituição.

De acordo com informação no sítio na internet do santuário, o programa “inicia com uma saudação a Nossa Senhora e abertura da peregrinação, na Capelinha das Aparições, pelas 09:30”.

“Meia hora depois, haverá tempo para uma celebração penitencial, na Capela da Ressurreição de Jesus”, e, pelas 11:30, decorre uma visita à exposição temporária “Os Rostos de Fátima”, no Convivium de Santo Agostinho, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade.

PUBLICIDADE

A visita vai ter “o acompanhamento de técnicos do Museu do Santuário de Fátima que, em alguns pontos da exposição, explicitarão os seus núcleos aos peregrinos surdos”, adianta.

“Isto far-se-á em pequenos grupos e com o acompanhamento de intérpretes” de Língua Gestual Portuguesa, explica o santuário, precisando que “o museu desenhou um roteiro específico para esta peregrinação, quer ao nível dos núcleos a destacar, quer da forma de comunicar os conteúdos tendo em conta o público-alvo”.

Às 15:00, na Basílica da Santíssima Trindade, é celebrada a missa com interpretação em Língua Gestual Portuguesa, com a segunda leitura a ser proclamada em Língua Gestual Portuguesa.

Segue-se uma explicação e reflexão “a partir dos vitrais de João de Sousa Araújo, na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima”, que “incidirá particularmente sobre a figura de Maria”, retratada naqueles vitrais “com episódios da sua vida e o acontecimento de Fátima”.

A primeira peregrinação da comunidade surda ao Santuário de Fátima, no concelho de Ourém (Santarém), ocorreu em Setembro de 2015 e contou com cerca de três dezenas de surdos que participaram em várias iniciativas propostas.

“Esta primeira peregrinação realizou-se dois anos depois de o santuário ter começado a oferecer uma missa semanal com interpretação em Língua Gestual, como forma de integrar e proporcionar as melhores condições àqueles que têm necessidades especiais”, salienta o templo.

A instituição recorda que, em Maio de 2017, proporcionou a interpretação em Língua Gestual Portuguesa de todas as celebrações presididas pelo papa Francisco, na Cova da Iria, quer em écrans no recinto de oração, quer na sua página ‘online’, prática que tem sido continuada nas peregrinações aniversárias de Maio e Outubro.

Dois anos depois, na peregrinação das crianças, o terceiro mistério do terço foi recitado por uma criança falante e uma criança surda, e a própria missa foi interpretada em Língua Gestual Portuguesa.

Desde 19 de Maio de 2013, que a eucaristia dominical das 15:00, na Basílica da Santíssima Trindade, tem interpretação em Língua Gestual Portuguesa.

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…