As comemorações da Revolução de Abril de 1974, em Coruche, arrancam sábado com um concerto do trio Três Bairros, sendo transmitida, à meia-noite, “uma interpretação singular, gravada em confinamento, de ‘Grândola, Vila Morena’” por artistas do concelho.

Além dessa “produção da Câmara Municipal de Coruche para memória futura”, em simultâneo, também à meia-noite, as freguesias do concelho “evocam a madrugada do sonho de Abril com uma salva de 25 morteiros”, lê-se numa nota do município.

Domingo, dia 25, à cerimónia comemorativa, segue-se a abertura da exposição “O Que Ficou por Dizer – A Censura na Cultura e nas Artes, 1936/1974”, da Sociedade Portuguesa de Autores, que ficará patente na Galeria do Mercado Municipal de Coruche de 25 de Abril a 16 de Maio, sendo emitido, à tarde, na Rádio Voz do Sorraia, o festival de folclore “O Povo a Cantar Abril”, com a participação de todos os ranchos de Coruche.

PUBLICIDADE

As comemorações fecham com o hino da Sociedade de Instrução Coruchense (SIC), mais antiga associação cultural do Concelho, em evocação ao 25 de Abril e do 125.º aniversário da instituição, fundada a 09 de Abril de 1896, acrescenta a nota do município.

PUBLICIDADE
Leia também...

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

“Inspiro-me muito nas minhas vivências e nas raízes em Alpiarça“

Joana Almeirante é natural do concelho de Santa Maria da Feira, mas…

VÍDEO | Celestino Graça nasceu há 107 anos!

Cumprem-se neste sábado, dia 9 de Janeiro, cento e sete anos sobre…