No âmbito das Comemorações dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) e dos 40 anos da Adesão de Portugal à Convenção Europeia dos Direitos Humanos (CEDH), realizou-se na passada quinta-feira, dia 4, pelas 9h45, a Conferência “Direitos Humanos”, que encheu o Auditório da Casa do Brasil em Santarém.

O evento contou com a presença de Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Santarém (CMS), Luís Miguel Caldas, Juiz Presidente do Tribunal da Comarca de Santarém, Vital Moreira, Comissário para as Comemorações dos 70 anos da DUDH e dos 40 anos da CEDH, José Souto Moura, Juiz Conselheiro, António Casimiro Ferreira, Professor Universitário e Sociólogo, Paulo Silvério, Comandante Territorial de Santarém da GNR, João Alves Amado, Comandante Distrital de Santarém da PSP, entre outros ilustres convidados ligados à Justiça e aos Direitos Humanos, que se associaram ao Evento.

Ricardo Gonçalves lembrou o Marquês de Sá da Bandeira, que era antiesclavagista e foi um dos responsáveis pelo Novo Estatuto Jurídico da Urbe. Uma ilustre figura de Santarém que pode ser conhecida na Exposição “Sá da Bandeira- Filho da Vila. Pai da Cidade”, que assinala os 150 anos da elevação de Santarém a Cidade, patente na Casa do Brasil até 06 de Janeiro de 2019.

O Presidente da CMS agradeceu a presença de todos e entregou a cada orador um exemplar do livro “Santarém. Carta Arqueológica Municipal”, que foi lançado na passada semana.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.