O meu carro está como o dono. Está velho!

Levei-o à consulta na oficina de reparação de velhos, e fizeram-lhe exames de diagnóstico. Os resultados não foram nada animadores. Principalmente para mim, que tenho de pagar tudo porque a ADSE não comparticipa nada.

Vai fazer um cateterismo com angioscopia para desentupir as válvulas. Isso custa um dinheirão! O relatório clínico também indica que é hipertenso devido ao sedentarismo. Está sempre parado sem gasolina. Aconselharam-me a andar com ele 30 minutos por dia.

Só se for a descer…

PUBLICIDADE

Receitaram combustível sem sal por causa da hipertensão, sem açúcar por causa das diabetes, e sem chumbo por causa do ambiente. A ecografia que fez aos pneus deu como resultado total falta de cabelo. Tal como o dono, estão carecas!

Também o tubo de escape vai fazer uma colonoscopia. A companhia de seguros diz que a apólice não cobre vícios pessoais.

Mais despesa!

Fico a pensar se valerá a pena gastar dinheiro com a velhice… O melhor seria armazená-lo num lar, mas isso também custa um dinheirão.

Já vinha a sair da Oficina de Reparações Gerais de Santarém, Lda., quando o mecânico me alertou para problemas no acelerador. Diz que já não acelero nada e os travões também só travam quando bater.

Com tantas complicações, o melhor é interná-lo em cuidados intensivos e falar a uma boa agência funerária.

Pronto. Já me decidi. Vai para o hospital.

Espero que seja só ele a ficar internado!…

In: ‘Correio do Ribatejo’ de 16 de Outubro de 2020

PUBLICIDADE
Leia também...

40 graus à sombra

Está um calor do caraças! “Do caraças” é uma expressão idiomática que…

25 ‘Chonices’ – In Memoriam

Em homenagem a Carlos Oliveira, colaborador deste Jornal de há longa data,…

Se calhar vou preso

Por esta é que eu não esperava! O escritor industrial José Rodrigues…

A extinção das espécies

As moscas seduzem os moscos e zum, zum, zum… zum, zum, zum!…