Detido por violência doméstica fica com pulseira electrónica

Militares do Posto Territorial de Ferreira do Zêzere detiveram, na passada segunda-feira, dia 21, um homem, de 59 anos, pelo crime de violência doméstica, ocorrido naquele concelho.

No âmbito da investigação do crime de violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito “agredia física e psicologicamente a sua companheira, de 20 anos, perseguindo-a e vigiando todos os seus movimentos, recorrendo às redes sociais, chegando a ameaçá-la de morte com recurso a uma arma branca e a uma seringa”, informa um comunicado da GNR enviado hoje às redacções. Para além da vítima, o indivíduo efectivou, ainda, agressões físicas à mãe da vítima, de 46 anos, por esta recusar ter relações sexuais com ele.

No seguimento das diligências policiais, os militares da Guarda deram cumprimento a um mandado de detenção, devido ao perigo de continuidade da prática do crime.

PUBLICIDADE

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Santarém, onde lhe foi aplicada a medida de coacção de proibição de contactos e aproximação das vítimas, monitorizado através de pulseira electrónica.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS