Distrital de Santarém do PSD mantém “reserva” e “aguarda para ver”

A distrital de Santarém do PSD decidiu manter “reserva total” e “aguardar para ver” o que vai acontecer na disputa aberta por Luís Montenegro à liderança de Rui Rio, disse o presidente desta estrutura.

João Moura afirmou que na reunião da Comissão Política distrital de Santarém do PSD, realizada na sexta-feira à noite, foi decidido “manter o silêncio”, tendo em conta que, “dentro desta estrutura, como no país, há várias tendências”, com uns a apoiarem a posição de Luís Montenegro e outros a considerarem que Rui Rio “tem toda a legitimidade”.

Perante esta “divisão de opiniões, foi decido que não vamos tomar uma posição pública”, disse João Moura, salientando que os membros da distrital de Santarém que têm assento no Conselho Nacional do partido “são livres na sua decisão”, não havendo qualquer “orientação de voto”.

Questionado sobre a sua posição pessoal, o presidente da distrital de Santarém, que preside também à Assembleia Municipal de Ourém, afirmou que, “para já”, não vai fazer qualquer declaração, salientando que sempre deu “provas de lealdade” junto da atual liderança, a qual ajudou “a chegar lá”, mantendo-se “expectante” para ver o que acontece.

Na sexta-feira, Montenegro manifestou disponibilidade para se candidatar à liderança do PSD e desafiou Rui Rio a convocar eleições diretas antecipadas de imediato.

Rui Rio completa no domingo um ano como presidente do PSD.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS