Dois detidos por desobediência e agressão a militares da GNR

A Guarda Nacional Republicana deteve um casal, de 30 e 28 anos de idade, na tarde quarta-feira, 25 de Março, pelo crime de desobediência agravada, injúrias e resistência e coacção, em Samora Correia.

Tudo terá começado nas bombas de combustível da Avenida Mário Mendes Delgado, no Porto Alto, concelho de Benavente, onde se encontravam quatro pessoas a consumir bebidas alcoólicas. Perante a situação do estado de emergência em que o País se encontra devido à pandemia do novo coronavírus, os militares abordaram os indivíduos aos quais pediram para recolher à sua residência.

As pessoas envolvidas não acataram a ordem e acabaram por entrar em conflito com os militares, chegando mesmo a agredi-los física e verbalmente. Os guardas solicitaram reforço ao quartel e acabaram por deter um casal que se encontrava entre os quatro indivíduos.

Os dois guardas envolvidos acabaram por sofrer alguns ferimentos ligeiros mas acabaram por não se deslocar ao hospital para receber tratamento hospitalar devido à actual situação.

Os suspeitos detidos foram presentes a tribunal mas acabaram por ser libertados durante a noite por indicação do Ministério Público. O caso baixou a inquérito.

Os dois suspeitos incorrem em crimes que podem chegar aos dois de prisão.

A GNR já fez saber que irá intensificar a fiscalização do cumprimento do estado de emergência de modo a minimizar o risco de contágio do Covid 19

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

ADICIONAR COMENTÁRIOS

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *