Elias Rodrigues foi reconduzido no cargo de presidente Centro Cultural Regional de Santarém, no passado dia 20 de Maio, em assembleia-geral da associação que elegeu novos corpos sociais e aprovou o relatório e as contas de 2020.

O relatório e contas de 2020 foi aprovado em assembleia-geral por unanimidade e aclamação, assim como um voto de louvor proposto pelo Conselho Fiscal pela dinâmica desenvolvida pelo Conselho de Administração no mandato agora terminado.

Segundo o CCRS, o novo mandato pretende renovar a vivência do Fórum Mário Viegas, através de actividades motivadoras e da abertura do edifício sede. Entre as propostas está a criação de atractividade para as gerações mais jovens, mantendo a aposta no Núcleo de Artes, dinamizado por jovens criativos, com a continuação das RAS Residências artísticas. Também promover acções de formação artísticas, concursos de artes plásticas e de música, assim como conta com o dinamismo do Núcleo de Fotografia, que tem desenvolvido cursos de formação, workshops e outras actividades.

O CCRS adianta que vai continuar a organizar exposições regulares de artes e manter a promoção do Prémio Nacional de Poesia Actor Mário Viegas. A associação destaca também o Grupo de Canto e Guitarra de Coimbra, secção do CCRS que organiza anualmente a Grande serenata no Largo do Seminário.

PUBLICIDADE

2020 foi um ano marcado de redução de actividade do CCRS devido à pandemia que assolou todo o mundo, mas mesmo nestas circunstâncias a associação desenvolveu a exposição de fotografias de mulheres da Guiné-Bissau, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian; as “Cestas d’Arte” dinamizadas pelo Carlos Oliveira – “Chona” (malogradamente falecido na noite de 20 para 21); a 4.ª edição da RAS – Residência Artística com a pintura de um mural no pátio interior; um concerto de jazz com o Tinoco Almeida Dias-Trio no Convento de S. Francisco; a participação nas comemorações do Centenário de Bernardo Santareno em conjunto com outras associações e instituições de Santarém; entre outras actividades desenvolvidas pelo Núcleo de fotografia e pelo Grupo Guitarra e Canto de Coimbra.

A redução da actividade trouxe algo benéfico para o CCRS, que acabou por aproveitar para avançar com obras no edifício sede com 150 anos, que exige um cuidado constante com a manutenção.

Corpos Sociais mandato 2021-2024:

Mesa da Assembleia Geral: Maria de Lurdes Asseiro, presidente; Maria Beatriz Martinho e José Augusto Rodrigues;

Conselho de Administração: Elias Cachado Rodrigues, presidente; Luísa Baeta, vice-presidente; Luísa Santos, tesoureira; Lurdes Veiga Comparada, secretária; Víctor Cordeiro Lopes, vogal; João Manuel Diniz Cláudio, vogal; Eva Mendonça, vogal; Suplentes: António Forte e João José Baptista.

Conselho Fiscal: António Oliveira Luís, presidente; António José Amaral, vice-presidente; João Ventura, secretário.

Conselho Cultural: Mário Tropa, Carlos Guedes de Amorim, Ana Martinho do Rosário, António Forte, Tiago Fernandes, Ana da Silva, Sofia Vieira, Jorge Custódio, Vítor Barreto, Armando Rosa, José Miguel Noras, Jacinto Fernandes e João Luiz Madeira Lopes.

PUBLICIDADE
Leia também...

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

Gilberto Gil dá concerto com Adriana Calcanhotto em Santarém

A 7 de Novembro.

“Inspiro-me muito nas minhas vivências e nas raízes em Alpiarça“

Joana Almeirante é natural do concelho de Santa Maria da Feira, mas…