Fadista Carminho abre digressão nacional em Torres Novas

A fadista Carminho realiza, entre Janeiro e Abril do próximo ano, uma digressão que vai passar por 14 salas nacionais.

Acompanhada pelos músicos Luís Guerreiro, na guitarra portuguesa, Flávio Cardoso, na viola, Tiago Maia, no baixo, e Pedro Geraldes, em guitarra eléctrica, Carminho abre a digressão, no dia 11 de Janeiro, no Teatro Virgínia, em Torres Novas.

O álbum “Maria” (2018), de Carminho, foi nomeado este ano para o prémio britânico Lukas, na categoria de Melhor Disco. Editado em Novembro, “Maria” é o quinto álbum de Carminho e é apresentado pela produtora como o mais pessoal da carreira, assinando pela primeira vez a produção e a escrita de algumas canções.

O álbum foi editado em Agosto pela discográfica Nonesuch Records, dos Estados Unido, onde inicia uma digressão. Carminho canta hoje em Boston, no Berklee Performance Centre. No sábado estará em Toronto e no domingo, em Montreal, ambos no Canadá, seguindo a 17 de Novembro para São Francisco (EUA) e a 19 para Alexandria (Canadá).

Maria do Carmo Rebelo de Andrade, conhecida como Carminho, estreou-se discograficamente, a solo, em 2009, com “Fado”, apesar de já ter cantado na casa de fados da mãe, a Taverna do Embuçado, em Lisboa, e em vários espectáculos de fado.

A fadista tem gravado com artistas de outras áreas musicais, como os brasileiros Chico Buarque, Milton Nascimento, Marisa Monte, Ney Matogrosso e Nana Caymmi, e com o espanhol Pablo Alborán.

“Maria” sucedeu ao álbum “Carminho Canta Jobim”, editado em Dezembro de 2016.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

Deixar uma resposta