O comendador e empresário José Júlio Eloy, faleceu hoje, sexta-feira, aos 86 anos, vítima de doença do foro oncológico depois de uma vida a todos os títulos exemplar, ética, moral e profissionalmente reconhecida, na continuação do trabalho de seu pai à frente da Agro-Ribatejo.

As cerimónias fúnebres iniciam-se hoje, com a chegada da urna à igreja de Santa Clara, pelas 18h00, seguida de missa de corpo presente, pelas 20h30. Amanhã, sábado, será rezada missa às 14h30, seguindo o cortejo fúnebre para o cemitério de Santarém, onde será cremado, pelas 16h00.

José Júlio Eloy nasceu a 07 de Janeiro de 1936, em Lisboa, Freguesia do Socorro, onde concluiu a instrução primária e iniciou o ensino secundário, que já viria a concluir no Liceu Nacional Sá da Bandeira em Santarém.

Na sua vida profissional, distingue-se como um empresário de sucesso, repartido entre Santarém e Lisboa. Pela sua verticalidade de princípios, pelo sentido de justiça como se relaciona com os trabalhadores das suas empresas e das instituições que solidariamente serviu e apoiou, fazem de si um exemplo.

São muitas as obras que assinalam o seu espírito empreendedor, fundador de várias empresas, bem como os serviços prestados a Santarém e seu concelho. Foi um destacado empresário, tanto a nível regional como nacional, tendo ocupado os mais elevados cargos com dedicação e brilhantismo, sendo considerado um exemplo para os seus pares.

Do seu percurso destacam-se os diversos cargos por si exercidos: na área empresarial, Presidente da Federação dos Grémios de Comércio do distrito de Santarém, do Grémio de Santarém, do Conselho Fiscal/Vice-presidente da Assembleia Geral do CNEMA, fundador e Vice-presidente da Associação Scalabitana de Proprietários de Santarém, Fundador/Accionista da Parquiscalabis, SA – do Parque de Negócios de Santarém, Fundador/Accionista da DET – Desenvolvimento Empresarial e Tecnológico, SA de Santarém; Vogal/Tesoureiro da Comissão da Feira do Ribatejo de Santarém, Vogal/Tesoureiro da Feira Nacional de Agricultura de Santarém, Vogal da Comissão da Secção de Máquinas agrícolas da ACAP, Vogal do Conselho Fiscal da CNAPI – Confederação Nacional das Associações de Proprietários Imobiliários de Lisboa, Delegado da Câmara do Comércio Italiano na Feira do Ribatejo de Santarém, Representante das Entidades Patronais do Comércio do Distrito de Santarém na Comissão de Conciliação do Tribunal do Trabalho, Secretário da Assembleia Geral da CNAPI – Confederação Nacional das Associações de Proprietários Imobiliários de Lisboa e sócio gerente das firmas António Eloy Godinho e Irmão, Lda. – Santarém, ATREL, Lda. – Porto, ELOY & ISIDRO, Lda. – Santarém, ELOY & FELIZARDO, Lda. – Lisboa, TERMONTE, Lda – Lisboa, e da FILTE FILTROS, Lda – Santarém.

Era Sócio Gerente das firmas AGRO-RIBATEJO, Lda – Santarém, ATIL, Lda – Lisboa, TRACTIL, Lda – Lisboa, ROSAS, Lda – Santarém, AGRO-PECUÁRIA do CASAL da BATEIRINHA, Lda – Santarém. Presidente do Conselho Fiscal do CNEMA, Vogal do Conselho Geral da NERSANT, Fundador Accionista da Escola Profissional do Vale do Tejo, SA – Santarém, Secretário da Assembleia Geral da Escola Profissional do Vale do Tejo, SA – Santarém, Sócio honorário da Associação de Estudo e Defesa do Património Histórico-Cultural de Santarém, Sócio Honorário do Rotaract Club de Santarém.

Como voluntário e dirigente na área social e associativa desempenhou os cargos de Presidente na Cruz Vermelha Portuguesa – Núcleo de Santarém, no Albergue Distrital de Santarém, na Sopa dos Pobres – Santarém, Presidente da Conferência Académica de São Vicente Paulo – Santarém, Presidente da Banda dos Bombeiros Voluntários de Santarém, dos Bombeiros Voluntários de Santarém, Vice-presidente da Assembleia Geral do Clube de Caçadores da Represa – Montemor-o-Novo, Vice-Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Santarém (com os pelouros da Enfermaria Abrigo e da Praça de Touros Celestino Graça), Presidente do Conselho Fiscal do Lar de Santo António da cidade de Santarém, Vice-presidente do Grupo de Futebol “Os Leões de Santarém”, Vice-presidente/Tesoureiro do Clube de Santarém, Vogal da Direção da Caixa de Previdência de Santarém, Presidente do Rotary Club de Santarém nos anos de 1972, 1979 e 2001 onde desempenhou também os cargos de Secretário, Tesoureiro e Protocolo. Como Presidente do Rotary Club de Santarém foi o responsável pela organização da 56ª conferência do Distrito 1960. Em 8 de Janeiro de 2019, foi homenageado pelos 50 anos de actividade como rotário.

Na actividade política, distinguiu-se como Vereador na Câmara Municipal de Santarém com o pelouro de Higiene e Limpeza e o dos Bombeiros Municipais. Foi também membro da Assembleia Municipal de Santarém.

José Júlio Eloy, foi alvo de uma condecoração e várias homenagens ao longo da sua vida: Em 15 de Janeiro de 1958, louvor da Camara Municipal de Santarém pela valiosa e brilhante colaboração à lV Feira do Ribatejo; em 26 de Maio de 1972, foi condecorado por Sua Excelência o Sr. Presidente da República, com a Comenda da Ordem do Mérito Agrícola e Industrial; em 1997, foi distinguido pela Câmara Municipal de Santarém, com o título de “Scalabitano Ilustre”; em 2004, distinguido pela NERSANT/O Mirante com o prémio “Carreira Empresarial”; Em 9 de Abril de 2018, na gala do 127º aniversário do jornal “Correio do Ribatejo”, com o “Reconhecimento Público de Elevado Mérito” pela sua trajetória empresarial, na exemplar Acção de Cidadania e de Solidariedade, com o envolvimento em instituições sociais; em 18 de Maio de 2018, Prémio Nacional “Memória e Identidade” distinção que teve lugar na Assembleia da República, pela Associação de Municípios com Centro Histórico. Foi ainda distinguido com o Galardão Companheiro “Paul Harris Fellow” no âmbito da sua actividade de Rotário.

Medalha de Ouro da Cidade

No passado dia 5 de Outubro de 2021, foi descerrada uma placa toponímica com o seu nome, por sugestão da União de Freguesias à Câmara Municipal de Santarém.

No decorrer da cerimónia, Ricardo Gonçalves, presidente do Município, afirmou que iria propor a atribuição a José Júlio Eloy da Medalha de Ouro da Cidade, no próximo dia 19 de Março de 2022, por altura das ‘Festas da Cidade’. Uma intenção que a pandemia adiou, segundo o autarca.

“Basta olharmos para esta moldura humana para ver os amigos que tem e o quanto esta homenagem é merecida”, afirmou, destacando ainda o “enorme envolvimento” do homenageado na comunidade. Um empresário que consegue sempre “ver mais além”.

Emocionado, José Júlio Eloy, “devoto de Santo António”, agradeceu as “palavras elogiosas” dos oradores que o antecederam e não esqueceu os colaboradores das suas empresas e os companheiros do Rotary Clube de Santarém.

Agradeceu ainda a seus pais, pois “foi graças a eles que tracei o meu percurso de vida”, referiu.

Ficou bem clara a importância da família na vida de José Júlio Eloy a quem o sucesso da sua carreira retirou “milhares de horas de dedicação”, daí que a envolva também na distinção que lhe foi conferida.

“José Júlio Eloy, sempre se pautou pela simplicidade, pela solidariedade para com os seus semelhantes, pela intervenção cívica em prol da sua comunidade, pela intervenção política na defesa dos valores e ideais humanistas e democráticos em que acredita.

Na sua vida profissional, distingue-se como um empresário de sucesso, repartido entre Santarém e Lisboa. Pela sua verticalidade de princípios, pelo sentido de justiça como se relaciona com os trabalhadores das suas empresas e das instituições que solidariamente serviu e apoiou, fazem de si um exemplo para todos nós”, destacou Carlos Marçal, então presidente da União de Freguesias de Santarém, na sua intervenção.

1 comment
  1. Conheci o Sr. Eloy há trinta anos por motivos profissionais como distribuidor da Berco.
    Suas excelentes qualidades profissionais não poderiam
    superar as imensas qualidades humanas que eram únicas.
    O Sr. Eloy sempre tinha uma palavra e um sorriso para todos.
    Sempre nos lembraremos dele como um membro da família se lembra.

Comments are closed.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…