Festas de S. José animam Santarém de 15 a 19 de Março

De 15 a 19 de Março, Santarém promove as Festas de S. José, com o objectivo de vivificar as tradições da terra. Inês Barroso, Vice-Presidente da Câmara de Santarém apresentou hoje o programa das Festas de S. José, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

O Cartaz das Festas de S. José anuncia concertos com a cantora Blaya, no dia 15, com David Antunes, no dia 16, com Fernando Daniel, no dia 18, no Campo Infante da Câmara, junto à Casa do Campino e com a Orquestra Típica Scalabitana, no dia 16, na Casa do Campino. No dia 17, às 21h00, o Claustro da Casa do Campino recebe uma Noite de Fados – Homenagem a Carlos Velez (guitarrista Scalabitano que já acompanhou fadistas de renome nacional e internacional) e Vítor Rodrigues (autor de várias letras para fados/canções sobre o Ribatejo, o Cavalo, o Touro e Santarém).

No dia 18, após o Concerto com Fernando Daniel, a partir das 24h00, a noite está a cargo das Tunas do IPS – Instituto Politécnico de Santarém. Outros dos pontos altos das Festas de S. José, têm lugar no dia 19, com a atribuição das seguintes placas toponímicas: às 09h30 – Rua José Abílio Alves Martins, às 10h00 – Rua Dra. Helena Stoffel e às 10h30 – Rua Liceu Nacional de Santarém; a homenagem aos funcionários da Câmara Municipal de Santarém, aposentados em 2018, às 11h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho; a inauguração da Exposição “Urbanidade, 150 anos de Elevação de Santarém a Cidade (1868-2018”, no Jardim Porta do Sol, patente até Dezembro de 2019 que pretende mostrar como foi a sua evolução ao longo do último século e meio, desde que a antiga vila ascendeu à categoria de Cidade. “Urbanidade, 150 anos de Elevação de Santarém a Cidade (1868-2018)” é composta por várias estruturas distribuídas por seis lugares icónicos da Cidade: Rua Serpa Pinto, Praça Visconde Serra do Pilar, Praça Marquês Sá da Bandeira, e no Jardim Porta do Sol, Jardim da República e Jardim da Liberdade. Esta exposição pretende mostrar através de imagens, “a alteração histórico-urbanística destes lugares da antiga vila e a sua transformação no tempo, retratando, quer as diferentes funções e actividades que aí ocorreram, quer os equipamentos que aí se instalam e que marcam a imagem da cidade romântica”. A Missa tem lugar às 14h30 e a Procissão em Honra de S. José, às 15h30, têm lugar no dia 19 de Março – Feriado Municipal – Dia de S. José – patrono dos carpinteiros e dos artífices, e conta com a participação dos patronos e paróquias das juntas de freguesia do Concelho.

De 15 a 19 de Março, a Casa do Campino e os espaços envolventes, esperam atrair milhares de pessoas, com divertimentos, artesanato, tasquinhas, bares, ranchos folclóricos, campinos, festivais taurinos, jogos de condução e perícia com cabrestos, insufláveis. O Município de Santarém, dando continuidade à sua aposta para com as tradições, apoia a Praça Maior, associação que tem como objectivo revitalizar a Praça de Toiros Monumental “Celestino Graça”, que leva a efeito a 1ª Corrida de Toiros da Temporada – Corrida de Toiros das Festas de S. José, no dia 17 de março, às 16h00, que conta com a participação dos cavaleiros João Moura, António R. Telles e Francisco Palha, com os grupos de Forcados Amadores de Santarém e Vila Franca e 6 toiros de Cunhal Patrício. Os bilhetes já estão à venda e podem ser adquiridos no Posto de Turismo ou pela internet, através da Ticketline. Para mais informações, consulte: www.pracamaior.pt 
O Município de Santarém vai oferecer bilhetes que vão ser distribuídos pelas juntas de freguesia do Concelho.

As Festas de S. José afirmam-se como o grande evento do Concelho, dando a conhecer ao País aquilo que Santarém tem de melhor no que respeita às suas tradições e ícones: o folclore, em que o fandango é o rei da festa, o artesanato, a gastronomia dos quatro cantos do País, os campinos – grandes guardiões da Lezíria e dos animais que a percorrem, a que se associa a festa brava e o ambiente tipicamente ribatejano, recriando a festa do Ribatejo e exaltando alguns dos seus ícones, marca da nossa tradição.

O sagrado e o profano conjugam-se nas Festas de S. José onde a Procissão e a Missa em Honra de S. José têm lugar de destaque. Este evento celebra a honra da cidade e de S. José, convocando o passado para este reencontro com a história e com a tradição.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS