A 17ª edição do FITIJ/FITAIJ – Festival Internacional de Teatro e Artes para a Infância e Juventude realiza-se de 05 a 09 de Outubro em Santarém. Grupos artísticos de sete países da América do Sul e da Europa – Brasil, Chile, Espanha, França, Itália, Venezuela e Portugal – deixam a sua marca pelos palcos e pelos espaços não convencionais do concelho, incluindo as suas escolas.

Tendo como áreas artísticas o foco nas Artes de Rua e das Marionetas, o Festival deste ano continua a apostar em obras menos elaboradas tecnicamente, de modo a poderem ser apresentadas em espaços alternativos e mais simples (sobretudo nas diversas comunidades escolares), como forma de ainda aproveitar a abertura a outras alternativas que o efeito da pandemia veio possibilitar.

Na abertura, realce para a calçada em frente à Santa Casa da Misericórdia Santarém e, no encerramento, o Convento de S. Francisco, tendente à fruição deste monumento com a capacidade das emoções geradas pelas três diferentes propostas estéticas; e sem esquecer o espaço conquistado da Praceta Cónego Formigão (praceta amarela), em S. Domingos.

Os espectáculos, em sala convencional, também continuam a indicar uma forte apresentação de várias estéticas no âmbito das duas áreas focadas.

“Este ano quisemos assinalar o Centenário do Nascimento de José Saramago (16/11/1922 – 16/11/2022), ribatejano natural da Azinhaga, com a apresentação de um espectáculo baseado no seu Conto da Ilha Desconhecida”, refere Nelson Ferrão da organização do FITAIJ.

Para além desta programação, os artistas vão às Escolas com algumas delas a consolidar a sua ligação ao FITAIJ e outras a começar a aproveitar as possibilidades que o Festival permite, sobretudo junto de destinatários com acesso reduzido à oferta performativa do concelho.

“Aqui devemos deixar uma palavra de apreço aos corpos docentes das escolas participantes por acreditarem nesta oferta FITAIJ, ombreando o caminho para que aponta o PNA – Plano Nacional das Artes e a que o FITIJ Associação Cultural garante o seu contributo, ainda que de forma embrionária”, acrescenta Nelson Ferrão.

Continuam também outras colaborações na forma de divulgação desta oferta artística, através da linha de programação FITIJ’Além com a consolidação de parcerias com os Municípios de Almeirim (Fazendas) e da Chamusca, para além de outras como o Cartaxo (escola) e Leiria (Festival Acaso).

Mas além destas entidades e dos apoios da Câmara Municipal de Santarém, da Fundação Inatel e da União de Freguesias da Cidade de Santarém, as parcerias estendem-se também ao W Shopping – ajudando à apresentação da Exposição de Cartazes de todos os FITIJ/FITAIJ – Diversidades e à apresentação de Flash- Mobs no seu espaço.

Entidade parceira é também a Associação Remédios do Riso e o trabalho dos Doutores Palhaços que conceberam uma formação destinada aos profissionais que lidam com doentes, sobretudo com os mais jovens.

“Ainda uma palavra para o fundador do FITIJ, Carlos Oliveira (Chona) (17/8/48 – 21/05/21), para assinalar que ao perdermos o seu convívio, ficou uma lacuna difícil de preencher nesta organização, bem como em outras em que o Chona emprestava a sua experiência e sabedoria, inquietação e insatisfação com as nossas vidas!! Até sempre, Carlos….”, conclui Nelson Ferrão.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.