Finalistas de 68/69 encontram-se 50 anos depois no Liceu Sá da Bandeira

Os finalistas de 68/69 do Liceu Nacional de Santarém promoveram no passado sábado, 25 de Maio, o seu XIII Encontro. Este ano, celebraram os 50 anos enquanto ex-Alunos, com o mote: “Um dia no Liceu”, numa altura em que aquele estabelecimento de ensino se encontra a assinalar os seus 175 Anos e Santarém 150 Anos de Elevação de Vila a Cidade.

O patrono do Liceu, Marquês de Sá da Bandeira, está também a ser evocado como “o Filho da Vila, o Pai da Cidade”. O professor Dr. Licínio Diniz foi uma das muitas presenças notadas na festa. Foi descerrada uma placa muito original (na forma e no conteúdo), que foi colocada de um modo também muito original, por cima da que assinala os 30 Anos de Finalistas.

Foi ainda apresentado, como “trabalho do Grupo”, um livro de memórias intitulado: “Liceu Nacional de Santarém – Finalistas de 1968/69 – O que fomos e o que somos”. Foi ainda inaugurada a exposição de pintura da médica e artista Fernanda Torgal e também a do ex-aluno, agora médico e artista, Júlio Pego.

Todos os últimos sábados de Maio, o Liceu de Santarém acolhe estes finalistas que aí revivem os seus dias de memórias de tempos felizes mas, sobretudo, vivem a amizade que perdura, celebrando a velha máxima de que “Um Grupo não é um conjunto de pessoas” (N. S.) e constatando a união do “Grupo do Liceu” que assim continua após 50 Anos!

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS