O homem de 34 anos que foi ontem, 3 de Agosto, interceptado pela GNR após uma perseguição, em Marinhais, tem uma pena pendente de prisão de 15 anos para cumprir por homicídio, dano e posse ilegal de arma.

Segundo o Comando Territorial de Santarém da GNR, durante uma fiscalização rodoviária, os militares da Guarda, ao fiscalizarem o condutor, aperceberam-se que a carta de condução apresentada era falsificada. Após ser confrontado com este facto, o condutor iniciou a fuga, tendo-se despistado pouco depois.

Foi interceptado e detido e, no seguimento das diligências policiais, foram-lhe apreendidos 900 euros em numerário, dois cartões de crédito pertencentes a outros cidadãos e dois relógios, por se desconhecer a sua proveniência.

PUBLICIDADE

A GNR verificou depois que o suspeito tinha pendente desde 2018, um mandado de detenção para cumprimento efectivo da pena de 15 anos pelo crime de homicídio simples, dano e posse ilegal de arma.

O detido foi conduzido posteriormente ao Estabelecimento Prisional de Lisboa para cumprimento da pena.

A ação contou com o apoio dos militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) e Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Coruche.

Foto: José Peixe

PUBLICIDADE
Leia também...

Salvador, Bebé do Ano em Santarém, recebe cheque-prenda do Correio do Ribatejo/Sonae

Salvador da Silva Carlota foi o primeiro bebé a nascer no dia…

João Manzarra apela à adopção de cães abandonados em Santarém

João Manzarra, conhecido apresentador de televisão, esteve esta sexta-feira, 15 de Novembro,…

Jogador do Alverca em estado grave no hospital após paragem cardiorrespiratória

O futebolista brasileiro Alex Apolinário, do Alverca, encontra-se em estado grave e…

Distrito de Santarém apenas com um concelho em Risco Muito Elevado

O Governo reviu ontem a listagem dos concelhos de risco e o…