Está patente, até dia 14 de Maio, na Galeria do Mercado Municipal de Coruche a exposição “Terra de Gente, Terra de Liberdade”.

A mostra ocorre pelas celebrações de Abril, prestando tributo ao movimento colectivo de construção da democracia local, aludindo a lugares e à realidade do Concelho. Da revolução dos cravos às primeiras eleições democráticas locais (1974-1976), passando pela criação das freguesias em 1984 e culminando na consolidação do poder local em 1986, particularmente em Coruche, a exposição afirma mais do que apenas o estabelecimento do poder local como uma das transformações de maior impacto produzidas na sociedade portuguesa após o 25 de Abril de 1974.

Numa trajetória de dois momentos desse processo, é apresentado, por um lado, o surgimento da comissão administrativa local (1974 a 1977), as eleições municipais de 1976 e a tomada de posse do primeiro mandato democrático. Por outro, são centradas atenções em todo o processo democrático e eleitoral de cidadania no município de Coruche.

O poder local democrático tal como hoje existe em Portugal surge apenas em 1976, consagrado na Constituição da República Portuguesa, aprovada a 2 de Abril desse ano nas primeiras eleições livres.

De entrada livre, a exposição está aberta todos os dias, das 10 horas às 12h30 e das 14 horas às 18h30.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.