Ginastas representam distrito de Santarém no Campeonato do Mundo por Idades

13 atletas de vários clubes do distrito de Santarém vão representar Portugal na Competição Mundial por Grupos de Idades que decorre entre 5 e 8 de Dezembro, em Tóquio, Japão.

Os 13 ginastas da Associação de Ginástica de Santarém estão entre os 70 portugueses que vão competir nos aparelhos de Trampolim Individual, Trampolim Sincronizado, Duplo Mini-Trampolim e Tumbling Femininos e Masculinos.

Martim Botelho (13/14 anos – Trampolim e Trampolim Sincronizado), Francisco Rodrigues (11/12 anos – Tumbling) e Leonardo Fialho (17/21 anos Tumbling) representam o Ateneu Artístico Cartaxense (AAC).

PUBLICIDADE

Francisco José (11/12 anos – Trampolim e Duplo Mini-Trampolim) representa o Clube Futebol Estevense.

Francisca Santos (13/14 anos – Trampolim e Trampolim Sincronizado), Margarida Pinheiro (13/14 anos – Trampolim e Trampolim Sincronizado), Lucas Santos (17/21 anos – Trampolim), Carolina Vaz (15/16 anos – Duplo Mini-Trampolim) e Henrique Moreira (13/14 anos – Duplo Mini-Trampolim) representam o Clube Trampolins Salvaterra (CTS).

Matilde Brilhante (15/16 anos – Trampolim e Trampolim Sincronizado) representa o Gimno Clube de Santarém (GCS).

Bruno Vasconcelos (13/14 anos – Trampolim Sincronizado), Maria Nunes (13/14 anos – Duplo Mini-Trampolim) e Sofia Pereira (17/21 anos – Duplo Mini-Trampolim) representam a Sociedade Filarmónica Gualdim Pais (SFGP).

Os treinadores da região na competição são: Filipe Costa e Ana Guimarães (AAC), Bruno Nobre (CFE) e Carlos Matias (CFE, CTS e Treinador da Seleção Nacional), Hélder Silva (CTS), Fernando Gaspar (GCS) e Francisco Merino (SFGP).

Como juiz, Portugal é representado por Marília Abana e o Chefe da Delegação Nacional é Luís Arrais.

O objectivo dos vários ginastas é atingir as finais às quais só têm acesso os 8 melhores Ginastas por escalão etário. Atingindo a final o pódio será sempre um objectivo possível, segundo a Associação de Ginástica de Santarém.

Grande parte dos participantes nesta competição pagaram as despesas por meios próprios sendo que alguns contam com apoios de algumas entidades da região.              

Foto ilustrativa

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS