O Professor Doutor Vítor Serrão foi homenageado por familiares e amigos, este sábado, em Santarém, em comemoração da recente nomeação reitoral que lhe foi atribuída para Professor Catedrático Emérito da Universidade de Lisboa, por ocasião do seu recente aniversário, e da entrega da Medalha de Mérito Cultural que no passado dia 4 lhe foi conferida pelo Ministério da Cultura.  

A iniciativa, coordenada pela historiadora Maria Emília Vaz Pacheco que apresentou o homenageado, contou ainda com intervenções de Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara de Santarém; de Maria João Neto, Professora Associada com Agregação no Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; de Fernando Baptista Pereira, Professor Associado com Agregação na Faculdade de Belas Artes; Doutor Pedro Canavarro e de Vítor Serrão que, no final, agradeceu a presença de todos.

“Vejo-me como Scalabitano de raiz e de futuro”, afirmou, salientando ainda o papel do historiador de arte como alguém que “reabre o diálogo que o tempo interrompeu”, num “território de partilha infinita”.

A concluir, Vítor Serrão disse querer continuar a ser um “militante de memórias”, agora bem mais próximo de Santarém, cidade onde passou a viver.

Vítor Manuel Guimarães Veríssimo Serrão nasceu em Toulouse a 28 de Dezembro de 1952, tendo passado parte significativa da sua vida em Santarém, onde tem as suas raízes familiares, quer do lado paterno, quer do lado materno.

A iniciativa contou ainda com a participação do Grupo Guitarra e Canto de Coimbra do Centro Cultural Regional de Santarém num momento musical dedicado ao homenageado.

Fotos: Emoção de Imagens/Vítor Lopes

(Ler notícia desenvolvida na edição impressa do Correio do Ribatejo de 12 de Janeiro de 2024).

Leia também...

A herdade no Alviela e o pergaminho que ia para o lixo

Pergaminho do século XII salvo do lixo em Vale de Figueira.

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Sete doces regionais do distrito de Santarém nos nomeados às 7 Maravilhas Doces de Portugal

Os Arrepiados e os Celestes de Santarém, o Bolo de Cabeça e…

Associação ‘Praça Maior’ fecha gestão da Praça de Touros ‘Celestino Graça’ com sentido de missão cumprida

A Associação “Praça Maior”, responsável pela organização das corridas de toiros na…