O In. Santarém “Volta à Rua” esta sexta-feira, dia 23, pelas 19h00, na Parada da Ex EPC – Escola Prática de Cavalaria, para receber “Oyun”, El Fedito, um espectáculo que combina humor, originalidade, ritmo e uma apurada técnica de malabares.
Fedito é o nome artístico e o nome da Companhia Federico Menini, artista de circo argentino, residente em Espanha.

Em ‘Oyun’ (do turco ‘jogo’) tudo gira em torno de potes e outros elementos quotidianos, e, à medida que se vai construindo um artefacto em equilíbrio, o malabarista vai criando o espaço, desenhando o ar e, sobretudo, brincando e desafiando a gravidade.

Este espectáculo é resultado de anos de pesquisa e experimentação, com inspiração proveniente de diferentes disciplinas artísticas: escultura, desenho, poesia visual, fotografia, arquitectura, música, pintura, teatro, circo.

No mesmo dia, às 21h00, os Claustros do Convento S. Francisco recebem Teatro de Rua – Affetto d’Amore, pela companhia Mr.Moustache, de Itália.

PUBLICIDADE

Mr. Mustache é um homem na casa dos trinta, alimentado por um único objectivo: encontrar o amor. Ele adorava ser um galã. Ao seu estilo desajeitado e um pouco vintage, fará um caminho árduo e inesperado para encontrar o seu amor na plateia. Uma aventura pelos caminhos inesperados do amor.

No sábado, dia 24 de Julho, às 10h30, os Claustros do Convento S. Francisco acolhem a peça de teatro “Tejo por um Fio”, pela Companhia Aqui Há Gato. Um espectáculo que sensibiliza para a questão da poluição do Rio Tejo.

Esta actividade está integrada na Programação em Rede, uma iniciativa da CIMLT – Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, em parceria com o Município de Santarém, através do projecto Santarém Cultura, e tem o apoio da União Europeia (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional), Portugal 2020 e Alentejo 2020.

Às 21h00, o Convento S. Francisco recebe o espectáculo de Circo “Sin Ojana” – Chicharrón (Espanha). Chicharrón, último elo de uma dinastia flamenga, traz uma carroça onde guarda o rock flamengo da família, onde mistura os ritmos flamengos com os malabares. “Sin Ojana” significa sem mentiras, sem hipocrisias. Isso é o que Chicharrón traz consigo: uma canção à liberdade, uma homenagem ao flamengo, às mulheres e aos eventos da vida.

PUBLICIDADE
Leia também...

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

A herdade no Alviela e o pergaminho que ia para o lixo

Pergaminho do século XII salvo do lixo em Vale de Figueira.

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

Gilberto Gil dá concerto com Adriana Calcanhotto em Santarém

A 7 de Novembro.