Joana Bagulho toca Carlos Paredes no Museu Diocesano de Santarém

“Joana Bagulho toca Carlos Paredes em Cravo” é mais uma proposta do In. Santarém, no âmbito das comemorações do 5º aniversário do Museu Diocesano, a realizar no próximo dia 14 de Setembro, pelas 18h30, no Museu Diocesano.

Uma tarde diferente, ao som de Carlos Paredes, magistralmente transcrito para cravo pela reconhecida instrumentista Joana Bagulho.

‘ACÇÃO’ é concerto de Joana Bagulho, a partir de transcrições para cravo de peças de Carlos Paredes por si realizadas. Neste programa são incluídas algumas peças para cravo dos séculos XVII e XVIII que serviram de inspiração para a realização das transcrições.

«O concerto da cravista Joana Bagulho apresenta-nos uma abordagem pessoalíssima da música de Carlos Paredes. A intérprete rompe barreiras, transcrevendo para cravo a música do compositor e guitarrista, num espectáculo intimista, a que chamou “Acção”.

Este “Acção” é também o título da primeira peça do disco da artista. Esta peça integra, aliás, o segundo disco de Carlos Paredes, de 1963, com o nome de “Acção – Prelúdio” e é mais tarde transformada em “Canto de Rio”, a peça que encerra o CD. Acção é também uma palavra-chave na vida e obra de Paredes, na sua atitude em relação à música e à sociedade.

A música do compositor tem muitas referências ao que parece ser a linguagem idiomática do cravo: o cromatismo dos baixos, as harmonias ricas e repetidas exaustivamente, as notas repetidas. Esta similitude permitiu a Joana Bagulho projectar um concerto único e comentado, que transporta de forma singular o universo de Paredes para o espaço barroco do cravo».

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS