João Vieira será o único representante português nos 50 km marcha dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, tendo os restantes atletas lusos na distância falhado os mínimos, cujo prazo de obtenção terminou hoje.

Também hoje terminou o prazo de obtenção de marcas na maratona, mas aí a Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) já tinha antecipado a situação e divulgou em 11 de Maio a pré-seleção de Salomé Rocha, Sara Catarina Ribeiro e Sara Moreira, não havendo convocados masculinos.

Esta será a última vez que os 50 km marcha se disputam em Jogos Olímpicos, não fazendo já parte do calendário apresentado para 2024.

Vice-campeão mundial em Doha2019, João Vieira tentará, aos 45 anos, concluir finalmente a prova em Jogos Olímpicos, depois de não ter terminado em Londres2012 e Rio2016.

PUBLICIDADE

O atleta é olímpico desde 2000, tendo, nas cinco edições em que esteve presente, sido inscrito sempre nos 20 km marcha – nas duas últimas edições ‘dobrou’ a prestação, já a pensar em especializar-se na prova mais longa.

A medalha de prata conquistada em Doha 2019 é o resultado mais significativo na carreira, mas há mais: o marchador nascido em Portimão foi medalha de prata nos 20 km marcha do Europeu de Barcelona2010, medalha de bronze nos 20 km marcha do Europeu de Gotemburgo2006 e igualmente medalha de bronze nos 50 km da Taça da Europa de marcha Alytus2019, classificação que o tornou elegível para os próximos Jogos Olímpicos.

Fez então, na cidade lituana de Alytus, 3:46.38 horas, o que o coloca como o 13.º mais rápido entre os apurados para Tóquio. Depois disso, ainda esteve em Doha, no Mundial, em condições de humidade e calor extremas, numa prova disputada de madrugada.

Mais nenhum luso se aproximou da marca de qualificação, 3:50.00, nem ficou em condições de ser seleccionado por ‘ranking’. Como apenas 38 alcançaram os mínimos directos, haverá lugar à entrada de 22 atletas por ‘ranking’, para atingir os 60 projectados.

Este ano, João Vieira ainda não competiu na distância, tendo falhado o Europeu de selecções de Podebrady (Chéquia), onde o melhor luso foi Hélder Santos, com 4:07.27.

Nos Jogos Olímpicos não há 50 km marcha para o sector feminino, ao contrário do que sucede a nível de Campeonatos da Europa e do Mundo.

PUBLICIDADE
Leia também...

Atleta do Santarém Basket Clube morre aos 13 anos de idade

Henrique Francisco, atleta do Santarém Basket Clube, faleceu no passado domingo, 11…

Benfica do Ribatejo incrédulo com decisão da Associação de Futebol de Santarém

O Grupo Desportivo de Benfica do Ribatejo está incrédulo com a resposta…

Árbitro ribatejano apita jogo entre Estrela da Amadora e SL Benfica

João Bento, árbitro da Associação de Futebol de Santarém, vai apitar o…

A festa dos adeptos do Sporting em Almeirim (C/FOTOS)

O Sporting Clube de Portugal sagrou-se campeão nacional, na noite do passado…