Mais de 100 pessoas envolvidas na busca por idosa desaparecida no Cartaxo

A operação de busca por Vitalina Galvão, de 86 anos, residente no Cartaxo e desaparecida desde segunda-feira, contou o envolvimento de mais de uma centena de pessoas no terreno, entre voluntários e meios operacionais.

Dos meios operacionais, fizeram parte mais de 50 elementos dos Bombeiros Municipais do Cartaxo, Polícia de Segurança Pública (PSP), Guarda Nacional Republicana (GNR), Associação Humanitária de Busca e Salvamento (ASSBS), Associação de Caçadores do Cartaxo e Associação Portuguesa de Apoio e Proteção da Floresta, que exploraram uma vasta área de terreno com o auxílio de cinco drones e cães de busca e salvamento.

Foram mais de 60 voluntários que aceitaram o apelo da Câmara Municipal do Cartaxo e se juntaram à operação. O que, para Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, “mostrou o forte sentido que temos de comunidade, quando a ela somos convocados. Num dia, de uma manhã para a tarde, conseguimos montar uma operação com mais de seis entidades competentes envolvidas e mais de 60 voluntários”. O autarca sublinha ainda “o empenho e esforço com que estas pessoas participaram na busca de uma concidadã nossa”.

As buscas reiniciaram esta quinta-feira, dia 8 de Agosto, com concentração de voluntários, às 9h30, em frente à Câmara Municipal do Cartaxo.

A reunião técnica entre todas as forças de segurança para planeamento detalhado da operação no terreno foi efectuada pelas 8h00, no edifício sede do município.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

Deixar uma resposta