Mais de 100 pessoas envolvidas na busca por idosa desaparecida no Cartaxo

A operação de busca por Vitalina Galvão, de 86 anos, residente no Cartaxo e desaparecida desde segunda-feira, contou o envolvimento de mais de uma centena de pessoas no terreno, entre voluntários e meios operacionais.

Dos meios operacionais, fizeram parte mais de 50 elementos dos Bombeiros Municipais do Cartaxo, Polícia de Segurança Pública (PSP), Guarda Nacional Republicana (GNR), Associação Humanitária de Busca e Salvamento (ASSBS), Associação de Caçadores do Cartaxo e Associação Portuguesa de Apoio e Proteção da Floresta, que exploraram uma vasta área de terreno com o auxílio de cinco drones e cães de busca e salvamento.

Foram mais de 60 voluntários que aceitaram o apelo da Câmara Municipal do Cartaxo e se juntaram à operação. O que, para Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, “mostrou o forte sentido que temos de comunidade, quando a ela somos convocados. Num dia, de uma manhã para a tarde, conseguimos montar uma operação com mais de seis entidades competentes envolvidas e mais de 60 voluntários”. O autarca sublinha ainda “o empenho e esforço com que estas pessoas participaram na busca de uma concidadã nossa”.

As buscas reiniciaram esta quinta-feira, dia 8 de Agosto, com concentração de voluntários, às 9h30, em frente à Câmara Municipal do Cartaxo.

A reunião técnica entre todas as forças de segurança para planeamento detalhado da operação no terreno foi efectuada pelas 8h00, no edifício sede do município.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS