O ‘Melão de Almeirim’ obteve recentemente a denominação de produto com Indicação Geográfica Protegida (IGP) em Portugal, sendo o primeiro passo para obter a certificação Europeia como IGP.

O processo de certificação deste produto almeirinense já leva perto de sete anos e nasceu de um parceira entre a Câmara Municipal de Almeirim e a MovAlmeirim – Associação Comercial e Empresarial do Concelho de Almeirim.

Após obter a certificação no País, a candidatura a certificação Europeia como IGP será agora levada a cabo pelo Ministério da Agricultura, que entregará o documento em Bruxelas.

PUBLICIDADE

“Aquilo que começou por ser um “sonho”, é hoje realidade numa parceria com a Associação de Comerciantes do concelho. No próximo Verão apenas quem cumprir o caderno de encargos pode produzir este melão emblemático”, destaca Pedro Ribeiro, presidente da autarquia de Almeirim.

Depois da ‘Sopa da Pedra’ e das ‘Caralhotas’, ‘o Melão de Almeirim’ é o terceiro produto com origem no concelho a obter esta certificação em Portugal. A ‘Sopa da Pedra’ e as ‘Caralhotas’ ainda aguardam a decisão da União Europeia para obter a certificação Europeia como IGP.

O pedido de registo de Indicação Geográfica Protegida para o produto ‘Melão de Almeirim’, foi publicado em Diário da República a 8 de Fevereiro e tinha um prazo de 30 dias para consulta pública.

PUBLICIDADE
Leia também...

‘Casa em Santarém’ nomeada para o prémio internacional de arquitectura

O projecto ‘Casa em Santarém’ da empresa dp arquitectos está nomeado para…

Mercadona constrói maior bloco logístico da empresa em Almeirim

A Mercadona, maior cadeia espanhola de supermercados, anunciou que vai construir um…

Moinho de Fau e Restaurante no Jardim das Portas do Sol colocados em hasta pública

A Câmara Municipal de Santarém vai realizar um hasta pública, no próximo…

Rotary Clube de Santarém distingue Sílvia Carreira como profissional do ano

Sílvia Carreira, directora técnica do Lar Gualdim, do Centro Social Interparoquial de…