Militar da GNR de folga termina com caso de violência doméstica entre casal

Um militar da GNR, que se encontrava de folga, terminou com um caso de violência doméstica entre um casal no dia 31 de Maio, em Coruche. Um homem, de 24 anos de idade, acabou detido por ser suspeito pelo crime de violência doméstica sobre a mulher e uma criança de três anos.

Segundo o Comando Territorial da GNR de Santarém, o militar da GNR que estava de folga e que circulava na zona, apercebeu-se de vários gritos vindo do exterior de uma habitação e, depois de se aproximar do local, verificou que uma mulher com uma criança colo, estava a sofrer agressões físicas e verbais.

O agressor, depois de ter feito um estrangulamento à vitima, também lhe colocou a mão na boca para impedir que esta gritasse por socorro, fazendo com que esta tivesse caído desamparada, refere a mesma nota.

PUBLICIDADE

Ao aperceber-se da situação, o militar acorreu de imediato ao local para cessar as agressões e solicitou o apoio da patrulha de ocorrências de Coruche que, quando chegou ao local, deteve o suspeito.

As vítimas, uma mulher de 23 anos e uma bebé de três anos foram assistidas através da Linha Nacional de Emergência Social.

O agressor, já referenciado pelo mesmo tipo de crime, ficou detido, tendo sido presente ao Tribunal Judicial de Santarém, no dia 1 de Junho, ficando sujeito à medida de coação a obrigação de permanência no domicílio com vigilância electrónica.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS