O Ministério da Agricultura vai fazer “uma avaliação e levantamento dos prejuízos” causados pelos ventos fortes que assolaram na sexta-feira a região de Salvaterra de Magos.

Numa resposta enviada à agência Lusa, o Ministério da Agricultura refere que essa avaliação e levantamento serão feitos pela Direcção Regional da Agricultura e Pescas (Drap) de Lisboa e Vale do Tejo.

“Com base neste levantamento, o Ministério da Agricultura avaliará as medidas a adoptar” precisa o Ministério da Agricultura, avançando que, até ao momento, “apenas um produtor reportou prejuízos à DRAP de Lisboa e Vale do Tejo.

O Ministério da Agricultura indica ainda que, “no decorrer do dia 25 de Dezembro, esta direcção regional irá disponibilizar um ‘link’ na sua página de internet, onde os agricultores poderão reportar eventuais prejuízos que tenham sofrido na sequência da tempestade que ocorreu em Salvaterra de Magos”.

Os ventos fortes que se fizeram sentir na sexta-feira à tarde na zona de Salvaterra de Magos, no distrito de Santarém, causaram danificações em habitações, veículos e estufas e derrubaram cerca de 60 árvores em terrenos agrícolas e na via pública, bem como danos em postos de electricidade e de comunicações, segundo a Proteção Civil.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) precisou que “o fenómeno de ventos extremos” afectou em especial a localidade de Foros de Salvaterra, no concelho de Salvaterra de Magos, não existindo registo de feridos.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…