A NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém deu início na passada sexta-feira, 27 de Novembro, a duas edições do Programa de Aceleração de Ideias, uma em modo presencial, na Startup Ourém, e outra em formato virtual. O primeiro workshop deste programa, que permite “acelerar” a transformação de uma ideia num negócio teve como tema a “Contextualização das ideias e Desafios do Empreendedor.”

A equipa de apoio ao empreendedorismo da NERSANT “desdobrou-se” para a realização das duas edições do Programa de Aceleração de Ideias a decorrer em simultâneo. No primeiro workshop – “Contextualização das ideias e Desafios do Empreendedor” – participaram na edição presencial 12 empreendedores, que rumaram à Startup Ourém logo cedo para discutir, pensar e melhorar a sua ideia de negócio. Da parte da tarde, a equipa lançou o mesmo desafio aos participantes da edição online do Programa de Aceleração de Ideias, que contou com a participação de 34 empreendedores.

Este foi apenas o primeiro workshop do conjunto previsto no Programa de Aceleração de Ideias da NERSANT, que combina sessões de formação e melhoria de ideias de negócio com a realização de consultoria especializada e individualizada a cada um dos empreendedores. O objectivo é, no fim do programa, que encerra dia 17 de Dezembro, que cada empreendedor esteja apto a implementar com sucesso a sua ideia de negócio.

PUBLICIDADE

Para além do workshop inaugural, o Programa de Aceleração vai ainda realizar outros tantos, com temas relevantes para o processo de constituição de uma empresa. “Marketing para Startups: Canais de Comunicação e Distribuição, Relacionamento com Clientes”, “Actividades-Chave, Recursos-Chave e Potenciais Parceiros na Estruturação do Negócio” e “Plano Financeiro (Fontes de Receitas/Estrutura de Custos) e Mecanismos de Financiamento” são as sessões de capacitação que o Programa de Aceleração de Ideias prevê.

De referir que a realização de duas edições simultâneas do Programa de Edição de Ideias de Negócio prende-se com a forte afluência de empreendedores, tendo a associação decidido realizar uma edição do Programa em modo presencial e outra em modo totalmente virtual. Nesta última, para além de empreendedores da região e do país – há participantes de Lisboa e da Margem Sul – contam-se também participantes internacionais que estão a acompanhar o Programa desde Inglaterra, Alemanha e Países Baixos.

PUBLICIDADE
Leia também...

‘Casa em Santarém’ nomeada para o prémio internacional de arquitectura

O projecto ‘Casa em Santarém’ da empresa dp arquitectos está nomeado para…

Rotary Clube de Santarém distingue Sílvia Carreira como profissional do ano

Sílvia Carreira, directora técnica do Lar Gualdim, do Centro Social Interparoquial de…

“Os pequenos produtores não podem ser abandonados”

João Mendes – Fio Dourado DIVULGAÇÃO APRODER O lagar de azeite da…

Câmara de Santarém pede 270 mil euros ao BEI para requalificação de avenida

A Câmara de Santarém aprovou hoje a contracção de um empréstimo de…