Uma “Noite dos Morcegos” foi a actividade que assinalou o lançamento da iniciativa Ciência Viva no Verão, no dia 15 de Julho, no Centro de Ciência Viva (CCV) do Alviela, em Alcanena.

A “Noite dos Morcegos” é uma actividade que permite observar em directo a comunidade de morcegos cavernícolas que, entre Abril e Setembro, mora no complexo de grutas que circunda a nascente do rio Alviela, o qual abriga mais de 5 mil morcegos de 12 espécies diferentes, nove das quais com estatuto de ameaça.

A acção começou com uma visita à exposição “Quiroptário”, que mostra a importância destes animais nos ecossistemas e a necessidade da sua conservação, levando os visitantes por um corredor, num percurso ao longo da história do Homem com os morcegos, dando a conhecer alguns mitos e lendas acerca dos Quirópteros, revelando os seus abrigos, alimentação, estratégias de caça e outras curiosidades.

De seguida, deu-se a visita ao Observatório de Morcegos Cavernícolas, onde os participantes puderam observar e interpretar, à distância e em tempo real, o comportamento das diferentes espécies de morcegos cavernícolas do Alviela, através de um sistema de videovigilância de visão nocturna de alta resolução.

PUBLICIDADE

O investigador do grupo Bat Ecology do CIBIO-InBIO Francisco Amorim e a bióloga do CCV Alviela e especialista em morcegos Maria João Silva conduziram a visita à descoberta das espécies residentes no Alviela, acompanhando a saída dos morcegos para o exterior da gruta, para caçar, onde foram disponibilizados detectores de ultra-sons para identificar as diferentes espécies pelos sons emitidos.

A ‘Noite dos Morcegos’ tem como objectivo alertar o público para a importância dos morcegos e para a necessidade de preservação destas espécies.

As visitas guiadas da “noite dos morcegos” decorrem sempre as 19h30 nos dias 16,17 e 30 de Julho, nos dias 7, 13, 20 e 28 de Agosto.

Rosália Vargas, presidente da Ciência Viva, destaca o programa diversificado da edição dos 25 anos, que tem um forte ligação à ciência e à comunidade cientifica.

Entre 15 de Julho e 15 de Setembro, vão decorrer quase 500 actividades ligadas à ciência nos Centros Ciência Viva de todo o país. A edição deste ano marca os 25 anos deste programa que conta com o apoio de autarquias, empresas e instituições científicas.

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Leia também...

Chuva está de regresso e coloca Santarém sob aviso amarelo

A chuva está de regresso ao distrito de Santarém a partir desta…

Aviso amarelo para o distrito de Santarém devido a temperaturas baixas

O tempo frio levou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera…

GNR recupera Bufo Real em Almoster

A Equipa de Proteção da Natureza e Ambiente do Destacamento Territorial da…

Passeio interpretativo nos 40 anos da Reserva Natural Paul do Boquilobo

O município de Torres Novas vai promover no domingo, 28 de Junho,…