Poeta escalabitana apresenta sábado “Outono azul a sul”

A atriz e poeta escalabitana Calí Boreaz lança sábado, em Santarém, o seu livro de poesia “Outono azul a sul”, num ambiente de tertúlia de poesia com diversos artistas da cidade.

O lançamento vai decorrer, durante a tarde, no recentemente inaugurado salão de chá/galeria de arte La Boheme, no centro histórico de Santarém, “no aconchego de um vinho quente especial da casa e petiscos típicos”, afirma uma nota de divulgação da iniciativa.

PUBLICIDADE

Atualmente a residir no Rio de Janeiro, Calí Boreaz vai lançar o seu livro, editado pela Urutau, em simultâneo em Portugal e no Brasil, sendo Santarém a acolher o primeiro evento de apresentação.

O livro tem ilustrações de Edgar Duvivier e António Martins-Ferreira, e posfácio de João Almino, da Academia Brasileira de Letras, tendo “uma extensão fotonarrativa no instagram @caliboreaz”, acrescenta a nota.

View this post on Instagram

❅ 1º lançamento #santarém 🇵🇹 #outonoazulasul | 𝚌𝚊𝚕𝚒𝚋𝚘𝚛𝚎𝚊𝚣.𝚌𝚘𝚖 traz um amigo também! [fico até 18h30] _________________________ ⠀ ONDE & QUANDO | num dos espaços mais charmosos do centro histórico de Santarém, um dia após o fim do outono oficial, é lançado este ‘outono azul a sul’.📍@winemansions ⠀ O QUE VAI SER | apresentação do livro [e outros poemas] em jeito de tertúlia, com poetas e outros artistas, bem regada a um especial vinho quente da casa e com petiscos típicos [o cocktail será oferecido]. um momento de celebração da poesia numa das cidades mais belas do mundo. ♡ #scalabis ⠀ O LIVRO | 'outono azul a sul' conta uma história de travessia, clandestinidade e desassossegos entre os dois lados do Atlântico. é lançado pela @editoraUrutau em Portugal e no Brasil. ⠀ "Belíssimo, ’outono azul a sul’ é como uma onda que nos arrasta desde a primeira linha até lugares impossíveis de prever. É tão raro encontrar um verdadeiro poeta." [Ana Teresa Pereira 🇵🇹 — Prêmio Oceanos 2017] ⠀ "Entre Lisboa e Rio de Janeiro, desponta um novo canto, herdeiro do vento, do desconcerto e do lírico. Assim é a poesia de @calíboreaz, geografia do tempo, em seu instante forte e delicado. Uma estreia vigorosa, uma noite que grita, para dizer o mínimo." [Paula Fábrio 🇧🇷 — Prêmio São Paulo de Literatura 2013] ⠀ "Ao se dar a conhecer em versos de paixão precisa, @calíboreaz é a poesia e nela aponta novos sentidos. Rosa dos ventos que, colhida de abismos marinhos, exala perfume de “maresia distante”. Seguimos viagem. No rumo ou à deriva, que importa se são seus versos a nos soprar as velas?" [Francisco Azevedo 🇧🇷 — autor de “Arroz de Palma”]

A post shared by calí boreaz ʾ 𝚙𝚘𝚎𝚜𝚒𝚊 (@caliboreaz) on

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS