Portugal com número recorde de 3270 novos casos

Portugal regista hoje 3.270 novos casos de infecção com o novo coronavírus, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, e mais 16 mortes relacionadas com a covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os internamentos hospitalares também atingiram nas últimas 24 horas os valores máximos registados desde Março, num total de 1.365, mais 93 pessoas internadas do que na quarta-feira.

Nos cuidados intensivos estão internados 200 doentes, mais 13 do que na quarta-feira. O máximo de internamentos em Unidades de Cuidados Intensivos foi registado em 07 de Abril, dia em que 217 pessoas estavam nestas unidades com covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

PUBLICIDADE

De acordo com o boletim hoje divulgado, Portugal já contabilizou 109.541 casos confirmados e 2.245 óbitos desde o início da pandemia de covid-19.

O anterior valor máximo de novos casos diários tinha ocorrido em 16 de Outubro, com 2.608 infecções, enquanto o anterior maior número de doentes internados nos hospitais tinha sido atingido em 16 de Abril, com 1.302. As autoridades de saúde têm 55.809 pessoas em vigilância, menos 73 do que na quarta-feira. A DGS revela ainda que estão activos 42.765 casos, mais 1.961 que nas últimas 24 horas.

Segundo o boletim epidemiológico, das 16 mortes registadas, sete ocorreram na região Norte, seis em Lisboa e Vale do Tejo, duas no Centro e uma no Alentejo. Nas últimas 24 horas 1.293 doentes recuperaram, totalizando 64.531 desde o início da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo, da qual faz parte o distrito de Santarém, foram notificados 936 novos casos de infecção, contabilizando a região 50.395 casos e 904 mortes.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infecções. No total, o novo coronavírus já afectou em Portugal pelo menos 49.825 homens e 59.716 mulheres, de acordo com os casos declarados. Do total de vítimas mortais, 1.138 eram homens e 1.107 mulheres. O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS