A Quinta do Galinheiro, onde está sediado o Campus da Escola Superior Agrária (ESAS), do Instituto Politécnico de Santarém, voltou a ter galinhas. Tratam-se das raças autóctones “Pedrês Portuguesa” e “Preta Lusitânica”, sendo que esta “novidade” resultou do protocolo de colaboração entre a ESAS e o INIAV, “entidade parceira fundamental na dinamização dos recursos genéticos animais”.

“Recebemos do Núcleo de Conservação do Polo da Fonte Boa – INIAV um total de 18 animais destas duas raças, entre galinhas e galos futuros reprodutores, para constituição de um núcleo de conservação na ESAS. Aumentamos assim as valências em termos de espécies pecuárias presentes na escola, para um ensino com uma forte componente prática”, refere uma nota da ESA.

“Agradecemos à Doutora Olga Moreira, responsável pelo Polo da Fonte Boa, bem como à assistente técnica Elisa Barroso e Doutora Inês Carolino, responsável pelo núcleo de conservação das galinhas autóctones do INIAV, pela generosa oferta! Uma palavra de agradecimento igualmente aos assistentes operacionais da ESAS, Sr. Daniel e Sr. Fernando pela obra de remodelação do galinheiro”, pode ler-se ainda.

Segundo a ESAS, esta iniciativa insere-se na “protecção e promoção da biodiversidade animal”.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…