CR7 tem um novo negócio.

Vai produzir cenouras-bebé na região de Almeirim. O internacional português é um dos sócios da Fresh 52, empresa sediada no Luxemburgo que pretende que a região de Almeirim se transforme na capital europeia das cenouras-bebé.

Trata-se de um investimento de 50 milhões de euros, que deverá criar 180 postos de trabalho. Para além de Cristiano Ronaldo, há um fundo de investimento norte-americano, sediado em Los Angeles, envolvido no negócio, segundo avança o portal Broader/SAPO, citando fonte próxima do processo.

Em Julho do ano passado, o contrato de investimento celebrado entre a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, E.P.E (AICEP) e a 52-Fresh foi rescindido, num despacho em que o Estado alega “o incumprimento”, por parte da empresa, “da obrigação de realizar o projecto nos termos, prazos e condições contratualmente definidos”.

O contrato entre a AICEP e a 52-Fresh, assinado em Junho de 2019, previa a atribuição de incentivos financeiros à empresa, ao abrigo do regime especial do Sistema de Incentivos à Inovação Empresarial e Empreendedorismo previsto no Regulamento Específico do Domínio da Competitividade e Internacionalização (RECI), para a instalação em Almeirim de uma unidade de transformação de cenouras pequenas para exportação, no mercado europeu, sob a forma de ‘snacks’ embalados.

Porém, na mesma altura, o presidente da Câmara de Almeirim disse não ter nenhuma indicação de que o projecto para instalação da unidade de transformação para exportação não avance, apesar da perda dos incentivos financeiros do Estado.

“Uma coisa são os incentivos, outra coisa é o projecto e não tenho nenhuma indicação de que este não avance, mesmo sem os incentivos”, afirmou Pedro Ribeiro.

O autarca socialista afirmou ainda que não existe qualquer problema com os licenciamentos camarários e que os atrasos na concretização do investimento decorreram da situação de pandemia da covid-19.

No final de 2021, foi ,ainda, assinado um acordo de cooperação com a Quinta da Alorna, que vai reaproveitar diariamente os 5.000 metros cúbicos de água usados para lavar as cenouras-bebé para regar as vinhas da propriedade.

A construção da unidade em Almeirim foi, em Junho de 2019, apontada pelo secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, como um projecto que integrava “a estratégia municipal de afirmação do potencial agro-alimentar de Almeirim, presente na afirmação de produtos regionais como o melão, o tomate ou os vinhos brancos, na oferta gastronómica em que pontua a sopa da pedra e num conjunto de actividades associadas ao mundo rural”.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…