“Santareno é um legado da cultura universal”

O livro “Bernardo Santareno da nascente até ao mar”, da autoria de José Miguel Noras, foi lançado ontem, dia 19 de Novembro, data do centenário do médico, poeta e dramaturgo no Fórum Mário Viegas.
Com a chancela da Âncora Editora, esta biografia desenvolve-se ao longo de 448 páginas, com 619 notas de rodapé e uma centena de fotografias.
Mas, mais do que recordar o dramaturgo e a sua obra, para José Miguel Noras a cidade e o país tem-lhe uma dívida de gratidão. Por isso, na apresentação desta obra, sugeriu a criação de uma fundação e atribuição do seu nome ao Hospital Distrital de Santarém.
O livro “Bernardo Santareno da nascente até ao mar” tem nota de abertura do General António Ramalho Eanes (que condecorou Bernardo Santareno), prefácio de João Luiz Madeira Lopes, director da revista “Seara Nova”, e posfácio do representante da família de Bernardo Santareno, Joaquim Martinho da Silva.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

ADICIONAR COMENTÁRIOS

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *