Santuário de Fátima acolhe quinta peregrinação nacional da comunidade surda

O Santuário de Fátima acolhe nos dias 14 e 15 de Setembro a quinta peregrinação anual da comunidade surda em Portugal, que conta com grupos organizados de vários pontos do país e das regiões autónomas.

De acordo com o programa enviado pelo santuário, a iniciativa começa a um sábado, dia 14 de Setembro, pelas 14:30, com a concentração junto à Cruz Alta, seguindo-se uma visita acompanhada a Aljustrel e Valinhos.

Pelas 21h00, tem início a peça de teatro “A Linguagem do Coração” no Centro Pastoral de Paulo VI, com encenação de Sofia Portugal, baseada na autobiografia de Emmanuelle Laborit, actriz, surda de nascença, agraciada com o Prémio Molière da revelação teatral e directora do Teatro Visual Internacional em França.

Este momento cultural é aberto ao publico em geral.

No dia 15 de Setembro, o programa tem início com uma catequese, na Capela da Ressurreição de Jesus, marcada para as 09h30, seguindo-se, pelas 11h00, a celebração penitencial.

Pelas 14h30, haverá uma saudação na Capelinha das Aparições e trinta minutos depois celebra-se missa na Basílica da Santíssima Trindade. O programa termina com uma visita acompanhada à Exposição Temporária Capela Múndi.

A primeira peregrinação da comunidade surda ocorreu em Setembro de 2015 e contou, segundo o Santuário de Fátima, com cerca de três dezenas de surdos que participaram em várias iniciativas.

“Esta primeira peregrinação realizou-se dois anos depois de o Santuário ter começado a oferecer uma Missa semanal com interpretação em Língua Gestual, como forma integrar e proporcionar as melhores condições àqueles que têm necessidades especiais”, refere em comunicado.

Em maio de 2017, o santuário ofereceu a interpretação em Língua Gestual Portuguesa de todas as celebrações presididas pelo Papa Francisco, na Cova da Iria, nos ecrãs do Recinto de Oração e na sua página online, prática que tem sido continuada nas peregrinações aniversárias de Maio e Outubro.

Na peregrinação das crianças, em Junho, o terceiro mistério do terço foi recitado por uma criança falante e uma criança surda e a própria missa foi interpretada em Língua gestual Portuguesa.

O grupo de intérpretes de língua gestual portuguesa que colabora com o Santuário de Fátima é constituído por 12 elementos que, semanalmente, ao domingo, interpretam em língua gestual portuguesa a missa das 15:00, na Basílica da Santíssima Trindade.

Esta é uma peregrinação nacional promovida pelo Santuário de Fátima, em conjunto com o Grupo de Intérpretes de Língua Gestual Portuguesa do Santuário, e conta com a colaboração das Irmãs da Aliança de Santa Maria.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS